Previsões oficiais para o défice estão em perigo, alerta BBVA

“O desempenho histórico de receitas e gastos nos últimos quatro meses do ano coloca em perigo não só as previsões oficiais para o défice, como também a saída do procedimento por défice excessivo”, afirmam os analistas do research do BBVA, no mais recente relatório macro. Recorde-se que o Governo estima um défice do Produto de […]

“O desempenho histórico de receitas e gastos nos últimos quatro meses do ano coloca em perigo não só as previsões oficiais para o défice, como também a saída do procedimento por défice excessivo”, afirmam os analistas do research do BBVA, no mais recente relatório macro.

Recorde-se que o Governo estima um défice do Produto de 2,7% em 2015 e o BBVA coloca-o nos 2,6%, mas o FMI já estima um défice de 3,1% do PIB no final deste ano. Até agosto, o défice da Administração Pública situou-se em torno dos 2,3% do PIB, em termos de acumulado anual, ou seja, quatro décimas menos que nos oito primeiros meses de 2014. Este facto, refere a mesma fonte, ficou a dever-se ao aumento das receitas fiscais em 5,3%, conjugado com uma redução e gastos da ordem dos 0,3%.

Os indicadores de confiança, referem os analistas, sugerem que a recuperação da economia “prosseguirá a um ritmo relativamente estável, sustentada por fatores internos”. Os analistas afirmam que o crescimento será feito pela via do consumo privado e de alguns fatores externos. Neste 3º trimestre o crescimento da economia t/t situar-se-á entre os 0,4 e 0,5%.

Os indicadores de atividade até agosto revelam que a produção industrial cresce com menos vigor no 3º trimestre versus o trimestre anterior, sendo que as vendas a retalho sobem, o que significa melhoria do consumo privado.

As vendas ao exterior estão mais moderadas no 3º trimestre do que no trimestre anterior, sendo que esta redução das exportações envolve os países da União Europeia e os do resto do mundo, com destaque para a quebra de procura por parte de Angola, um país que está a atravessar dificuldades a nível de divisas. O desempenho das importações foi ainda mais fraco do que as exportações, adianta-se ainda no trabalho.

Por Vítor Norinha/OJE

Recomendadas

EUA incluem Irão, grupo Wagner e talibãs na lista negra de liberdade religiosa

O Governo dos Estados Unidos anunciou hoje a sua ‘lista negra’ de países e organizações que atentam contra a liberdade religiosa, nela incluindo Cuba, China, Irão, Rússia, o grupo Wagner e os talibãs, entre outros.

Crise/Energia: Desconto no ISP reduz-se em dezembro com queda dos preços dos combustíveis

O Ministério das Finanças anunciou hoje que em dezembro há uma redução do desconto do ISP em 3,9 cêntimos por litro de gasóleo e em 2,4 cêntimos por litro de gasolina, tendo em conta a queda dos preços.

PremiumEmpresários pedem “velocidade” nos dossiers da economia e turismo

Confederações de empresários da indústria e de turismo agradecem aos secretários de Estado demissionários e esperam que os novos continuem o trabalho já realizado, concretizando planos anunciados.