Primeira sessão depois do Natal é vermelha para o PSI 20

O principal índice de referência nacional fechou esta quarta-feira pouco alterado, num dia misto para as pares europeias. Devido às festas, a semana é de baixo volume de negociações.

Benoit Tessier / Reuters

Em semana de reduzidas negociações devido às festas e na primeira sessão depois do Natal, o PSI 20 fechou no vermelho. Com a Corticeira Amorim a pesar no índice, o PSI 20 deslizou 0,10% para 5.379,20 pontos.

As ações da Corticeira Amorim caíram 3,04% para 10,52 euros, enquanto o BCP perdeu 0,15%, a NOS caiu 0,17% e a Jerónimo Martins recuou 0,53%. Em sentido positivo, fecharam a Mota-Engil, que subiu 1,66% para 3, 678 euros, e a EDP, que avançou 0,98% para 2,897 euros.

Em destaque estiveram ainda os CTT, depois da compra de um bloco de 863.513 ações esta manhã, correspondente a 0,7% do capital disperso em bolsa. Segundo a agência Bloomberg, o bloco foi vendido a 3,53 euros por ação, enquanto os títulos da operadora postal fecharam a subir 0,28% para 3,55 euros.

“As praças europeias estiveram a negociar sem tendência bem definida na primeira sessão depois do Natal e numa semana marcada tipicamente por uma reduzida liquidez, com os investidores a aproveitarem a quadra festiva e os habituais fluxos de final do mês”, explicou Nuno Mello, gestor da corretora XTB.

Na Europa, o dia foi misto. O Euro Stoxx 50 perdeu 0,07%, enquanto o espanhol IBEX 35 caiu 0,19%, o alemão DAX deslizou 0,01% e o italiano FTSE MIB recuou 0,04%. Por outro lado, o britânico FTSE 100 avançou 0,42% e o francês CAC 40 subiu 0,01%. No mercado cambial, o euro aprecia-se 0,36% para 1,190 dólares.

No mercado de dívida, os juros bechmark de Portugal recuaram para próximo de 1,819%, no dia que foram divulgados dados da execução orçamental até novembro. Segundo a Direção Geral do Orçamento, o défice das administrações públicas melhorou 2.326 milhões de euros, face a igual período do ano anterior.

[Notícia atualizada às 17h05]

Relacionadas

Défice cai 2.326 milhões de euros até novembro

“Esta evolução resulta do crescimento da receita de 4,3% e da contenção do crescimento da despesa em apenas 0,8%”, referiu a Direção Geral Orçamental.

Pesos pesados BCP e Jerónimo Martins levam PSI 20 para o vermelho em dia de baixa liquidez

O PSI 20 regressou do Natal em queda, pressionado por alguns dos pesos pesados. Em época de volumes baixos, o destaque da manhã foi uma transação em bloco de 863.513 ações dos CTT, o correspondente a 0,7% do capital disperso em bolsa.

Wall Street abre ‘flat’, mas matérias-primas dão bom prenúncio para 2018

Numa semana marcada pelo baixo volume de negociações, o foco está nas matérias-primas. O cobre atingiu máximos de dois anos e meio e o petróleo tocou o valor mais elevado desde o final de 2015.
Recomendadas

Bolsa de Lisboa segue em terreno negativo com Semapa a desvalorizar 3,50%

No mercado cambial, o euro está a ter uma valorização de 0,08% face ao dólar, para os 1,0530 euros.

Taxas Euribor sobem a três e a seis meses e caem a 12 meses

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno positivo em 6 de junho, avançou hoje para 2,406%, mais 0,001 pontos, depois de ter subido em 29 de novembro para 2,442%, um novo máximo desde janeiro de 2009.

Bolsa de Lisboa negoceia no ‘vermelho’. Semapa lidera perdas

A praça portuguesa abriu a última sessão da semana com a maioria das cotadas a negociar em terreno negativo. Semapa tomba mais de 4%, mas Galp Energia contraria tendência a subir mais de 1%.
Comentários