Primeiros 100 refugiados “portugueses” vêm da Síria, Eritreia e Iraque

Metade dos 28 Estados-membros da União Europeia (UE) disponibilizou-se, até ao momento, para receber 1.418 refugiados, com Portugal a garantir que pode receber 100 pessoas, segundo o último balanço da Comissão Europeia. Ao abrigo do mecanismo de recolocação para acolher 160 mil refugiados pelos países da UE, 14 Estados-membros já apresentaram as suas disponibilidades atuais, […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Metade dos 28 Estados-membros da União Europeia (UE) disponibilizou-se, até ao momento, para receber 1.418 refugiados, com Portugal a garantir que pode receber 100 pessoas, segundo o último balanço da Comissão Europeia.

Ao abrigo do mecanismo de recolocação para acolher 160 mil refugiados pelos países da UE, 14 Estados-membros já apresentaram as suas disponibilidades atuais, o que soma até ao momento 1.418 lugares.

Nos dados fornecidos, a França disponibilizou-se para receber 900 pessoas de um compromisso de 19.714, sendo seguida pela Roménia e Suécia (300) e Finlândia (200).

A centena de pessoas que Portugal poderá receber em breve integra um total de 2.951, segundo o documento do executivo comunitário.

Em meados de outubro, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou a disponibilidade imediata para começar a receber 100 requerentes de asilo, depois de ter sido finalizado o levantamento dos recursos disponíveis para o seu acolhimento.

Segundo o SEF, o primeiro grupo de 100 pessoas deverá ser proveniente da Síria, Eritreia e do Iraque.

Os recursos disponíveis referem-se a alojamento, educação, saúde, formação profissional, alimentação e transporte e são atualizados periodicamente.

Uma fonte comunitária admitiu que os primeiros refugiados poderão chegar a Portugal na “próxima semana ou dentro de duas semanas”.

OJE

Recomendadas

Guiné Equatorial é o único regime autoritário entre lusófonos, aponta relatório

Relatório “Estado Global das Democracias”, elaborado pelo Instituto Internacional de Democracia e Assistência Eleitoral, não inclui nenhuma referência a São Tomé e Príncipe. Nas categorias Governo Representativo, Direitos Fundamentais, Controlo do Poder Executivo e Imparcialidade da Administração, Cabo Verde é entre os países de língua oficial portuguesa o mais bem classificado em todas, com exceção de Portugal.

Ucrânia: UE propõe tribunal especial para julgar “crimes horríveis” da Rússia

O anúncio foi feito hoje pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, numa mensagem difundida através da rede social Twitter, acompanhada de imagens vídeo da declaração.

António Costa e a maldição do sete. Ouça o podcast “Maquiavel para Principiantes”

“Maquiavel para Principiantes”, o podcast semanal do JE da autoria do especialista em comunicação e cronista do “Jornal Económico”, Rui Calafate, pode ser ouvido em plataformas multimédia como Apple Podcasts e Spotify.