PRO_MOV lança cinco novos laboratórios formativos

Laboratórios abrangem áreas como agricultura, vendas, green jobs, assistência médica e digital e o objetivo é lançar 30 cursos, para atingir 20 mil formandos até 2025.

Jose Manuel Ribeiro/Reuters

As entidades promotoras do PRO_MOV anunciam o reforço deste programa nacional, com o lançamento de cinco novos laboratórios de formação, que se juntam ao primeiro laboratório de indústria lançado em 2021. O objetivo da iniciativa promovida pelas empresas Sonae, Nestlé e SAP, pela Associação Business Roundtable Portugal (Associação BRP) e pelo Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP), em colaboração com o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e com outras empresas do setor privado, será requalificar 20 mil portugueses em situação de desemprego até 2025.

Em comunicado, aquela entidade refere que “a amplificação do PRO_MOV permitirá alargar o programa a várias regiões do país, que passa a desenvolver-se em Alcoitão, Alverca, Évora, Coimbra, Faro, Lisboa e Porto, bem como abranger áreas de atividade distintas, como agricultura, vendas, green jobs, assistência médica e digital. A previsão é que até 2025 sejam lançados 30 cursos e abertas 600 turmas”.

Nesta fase, os laboratórios compreendem diferentes perfis profissionais: assistência médica (auxiliares de ação médica, assistentes geriátricos e analistas químicos); digital (software developers); vendas (assistentes de contact center); green jobs (eletricistas de instalações sustentáveis); agricultura (operadores agrícolas especializados em viticultura e olivicultura; e indústria (operadores eletromecânicos, técnicos de manutenção industrial e operadores de manutenção industrial).

“Trata-se de um projeto diferenciador a nível nacional na medida em que conta com o envolvimento das empresas que lideram cada um dos laboratórios e participam em todas as fases do processo, desde o desenvolvimento dos planos curriculares até ao estágio final”, refere o documento.

A primeira ação de formação piloto na área de Manutenção Industrial teve início em 2021 e está a decorrer no Centro de Emprego e Formação Profissional do Porto, inserido no laboratório de Indústria liderado pela Nestlé Portugal. “Os formandos deste curso terminaram recentemente a componente de formação tecnológica e avançam agora para a formação em contexto de trabalho, tendo a possibilidade de virem a integrar os quadros das empresas no final do estágio”.

Para Adelaide Franco, presidente do IEFP, citada pelo comunicado, “hoje sem dúvida demos mais um importante passo na requalificação das pessoas que procuram uma nova oportunidade no mercado de trabalho. Juntamente com o setor privado e os principais agentes do setor público vamos conseguir alavancar o programa PRO_MOV e chegar a cada vez mais pessoas, esse é o propósito e objetivo que ficou definido entre todos os envolvidos”.

Recorda-se que o PRO_MOV é um programa que se insere na iniciativa europeia ‘Reskilling 4 Employment (R4E)’, cujo propósito visa requalificar cinco milhões de pessoas em situação de desemprego ou profissões de risco na Europa até 2030. Em Portugal, o PRO_MOV conta com o apoio de várias empresas no desenvolvimento dos laboratórios formativos, como ATM Total, BA Glass, Bondalti, CTT, Delta Cafés, ETSA, MC, Salvador Caetano, Secil, Sogrape e Sonae Arauco. Recentemente, a Associação Business Roundtable Portugal juntou-se ao projeto, trazendo a experiência, o conhecimento e os recursos de mais 17 empresas suas associadas (entre as quais Altice, BPI, CIN, Fidelidade, Galp, Hovione, José de Mello, Millennium BCP, Semapa, Sogrape, Sovena e Sugal) e de outras seis empresas externas (Aveleda, Bosch, Esporão, Manpower, Symington, The Fladgate Partnership), num exemplo de mobilização da Sociedade para acelerar a execução do programa e a requalificação dos portugueses.

Recomendadas

Sindicatos atentos ao fundo pensões do BCP

Os Sindicatos Verticais da Banca asseguram aos associados do BCP que tudo farão “na defesa dos seus interesses no Fundo de Pensões do banco”.

BCE vigia 31 bancos por riscos associados à subida das taxas de juro

Banco Central Europeu lançou uma revisão dos riscos de taxa de juro e spread de crédito para avaliar a exposição dos bancos. Numa primeira fase irá monitorizar 31 instituições financeiras

CP transportou 70 milhões de passageiros e supera valores de 2019 no primeiro semestre de 2022

A CP – Comboios de Portugal registou, no primeiro semestre de 2022, um aumento da procura de 77,5%, quando comparado com o período homólogo de 2021, o que se traduz em cerca de 70 milhões de passageiros transportados.
Comentários