Problema sem solução? Coreia do Norte não confia nos EUA nem para negociar

EUA queriam o fim do programa nuclear por parte da Coreia do Norte mas os norte-coreanos recusam-se a negociar e acusam os norte-americanos de promover um estratagema.

O Governo da Coreia do Norte recusou esta quarta-feira a oferta do secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, para abrir um processo de diálogo entre estes países sem condições prévias, tendo sublinhado que não tem qualquer interesse em renunciar o seu programa nuclear.

O chefe da diplomacia norte-americana referiu na semana passada que os Estados Unidos estão prontos para iniciar conversações com a Coreia do Norte “sem condições prévias”, uma declaração encarada como uma reviravolta na política mantida até agora pelo presidente norte-americano, Donald Trump. Dias depois, o secretário de Estado norte-americano assegurou que a Coreia do Norte deve abandonar o seu “comportamento ameaçador” antes de iniciar um diálogo.

Rodong Sinmun, o jornal oficial do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, assegurou que não há mudanças na política do Governo relativamente às armas nucleares, independentemente da oferta de diálogo feita por Washington. “Os Estados Unidos estão a tentar imputar-nos a responsabilidade das tensões na península da Coreia com o seu diálogo ofensivo”, sublinhou o diário oficial do regime liderado por Kim Jong Un, segundo informações da agência de notícias sul-coreana Yonhap.

Relacionadas

Mísseis norte-coreanos podem atingir Londres, assegura Governo do Reino Unido

O ministro da Defesa do Reino Unido, Gavin Williamson, revelou hoje ao jornal Evening Standard que a Coreia do Norte é “um perigo real” e sublinhou a capacidade de o regime de Pyongyang desenvolver mísseis que poderiam alcançar Londres.

Japão vai instalar novos sistemas antimísseis por causa da Coreia do Norte

O executivo do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, autorizou a compra de duas unidades Aegis Ashore, que marcam assim a incorporação nas forças terrestres do sistema de fabrico norte-americano, que já se encontra instalado em alguns contratorpedeiros da Marinha.

Mattis duvida das capacidades da Coreia do Norte para atacar os EUA

No final de novembro Kim Jong-un garantiu que os mísseis norte-coreanos podiam atacar qualquer lugar nos EUA, mas o secretário da Defesa do país afirmou que não tem provas que o confirmem.

China estará a construir rede de campos de refugiados na fronteira com a Coreia do Norte

Trata-se de uma das medidas da China para responder ao êxodo humano que se desencadear à medida que aumenta o impasse entre a comunidade internacional e o regime norte-coreano.
Recomendadas

Marques Mendes: “Costa Silva recupera autoridade ou sai. O país precisa de um ministro da Economia forte”

“De um Governo com maioria absoluta, à partida um Governo forte, esperava-se unidade, coesão, determinação, energia, mobilização, espírito reformista. O que encontrámos? Exatamente o contrário”, disse este domingo o comentador da SIC.

Moçambique baixa receitas fiscais do gás ao fundo soberano para 40%

Moçambique deverá ser um dos maiores exportadores mundiais de gás a partir de 2024, beneficiando não só do aumento dos preços, no seguimento da invasão da Ucrânia pela Rússia, mas também pela transição energética.

PCP defende aumento do salário mínimo nacional para 850 euros em janeiro

O secretário-geral do PCP acusou o Governo de querer “retomar todos os caminhos da política de direita, fazer comprimir ainda mais os salários, facilitar a exploração, abrir espaço para os negócios privados na saúde e na educação, condicionando ou justificando as suas opções com as orientações e imposições da União Europeia e do euro”.
Comentários