Produção de energia elétrica aumentou 5% na Madeira

71,5% da produção de energia foi de origem térmica, 15,3% de origem eólica, 9,4% de origem hídrica e 3,8% de origem fotovoltaica. O consumo de energia elétrica aumentou 4,4%.

A produção bruta de energia elétrica teve um aumento de 5,2% na Madeira, em 2021, para os 888,4 GWh, face ao período homólogo, de acordo com a Direção Regional de Estatística (DREM). Contudo está 2,6% abaixo dos valores atingidos no período de pré-pandemia.

“Em 2021, 71,5% da produção de energia foi de origem térmica, 15,3% de origem eólica, 9,4% de origem hídrica e 3,8% de origem fotovoltaica”, refere a DREM.

O consumo de energia elétrica ficou em 798,5 GWh, mais 4,4% face a 2020 e menos 2,9% ao período de pré-pandemia.

“O consumo doméstico (que representou 35,4% do consumo total) aumentou 4,5% entre 2020 e 2021, tendência igualmente verificada no consumo não doméstico (+4,4%), nomeadamente aquele consumo relacionado com as diferentes atividades económicas. Assim, a Construção (+24,3%) foi o sector com a maior subida no consumo de energia, seguido das Indústrias extrativas e do Alojamento, restauração e similares com +19,0% e +17,6%, respetivamente”, dizem os dados da DREM.

Existiu um aumento de 1.225 consumidores de energia elétrica, mais 0,9%, para um total de 142.402, um novo máximo.

O maior aumento (17,6%) foi na Calheta.

Recomendadas

Funchal: Coligação Confiança vê proposta sobre ruído chumbada pelo PSD

A proposta previa auscultação prévia a um leque abrangente de entidades que incluem não só as forças de segurança, a ARAE, a ACIF e os sindicatos representativos do sector das actividades económicas, mas também a Provedoria da Justiça, os munícipes que tenham apresentado reclamação sobre ruído nos últimos cinco anos e demais interessados.

Câmara do Funchal aprova benefícios fiscais para novo projeto de reabilitação urbana

Pedro Calado destacou a aposta que a autarquia está a fazer na recuperação de imóveis degradados com a atribuição de benefícios fiscais, quase todas as semanas.

Valor da comercialização de Vinho da Madeira cresceu 8,4% apesar da quantidade ter recuado 2,7%

A comercialização no mercado nacional atingiu os 583,4 mil litros e rendeu um valor aproximado a 5,3 milhões de euros, dos quais 463,9 mil litros e 4,1 milhões de euros são das vendas efetuadas na Região Autónoma da Madeira.
Comentários