Produção Industrial registou variação homóloga negativa em outubro

O índice foi influenciado pelas quedas nos agrupamentos de bens Intermédios, bens de investimento e de bens de consumo.

Stringer/Reuters

A produção industrial em outubro, diminuiu 0,5%, face ao mesmo período do ano passado, influenciado pela queda no agrupamento de ‘bens Intermédios’, revelam os dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O relatório do INE refere que “o agrupamento de Bens Intermédios, com um contributo de -1,1 p.p., resultante da taxa de variação homóloga de -2,9%, foi o que mais influenciou a variação do índice agregado. Os agrupamentos de Bens de Investimento e de Bens de Consumo apresentaram igualmente contributos negativos (-0,7 p.p. e -0,4 p.p.), originados por variações homólogas de -4,5% e de -1,4%, pela mesma ordem”.

O agrupamento de Energia foi o único a dar um contributo positivo para a variação do índice total (1,6 p.p.), em resultado da taxa de variação de 8,3%.

O índice de produção industrial registou uma variação mensal de 1,4% em outubro. O agrupamento de Energia, com um contributo de 1,9 p.p., originado por uma taxa de variação de 9,9%, determinou a variação positiva do índice total. Inversamente, o agrupamento de Bens de Intermédios apresentou o único contributo negativo (-0,7 p.p.), em resultado de uma taxa de variação de -1,9%.

Recomendadas

Patrões vão ter majoração em 50% dos custos com aumentos salariais no IRC

No âmbito do acordo de rendimentos, o Governo decidiu propor aos parceiros sociais uma majoração em 50% dos custos com a valorização salarial em IRC. Patrões têm reclamado, note-se, medidas mais transversais.

Governo propõe reforço do IRS Jovem. Isenção sobe para 50% no primeiro ano

Jovens vão passar a ter um desconto fiscal maior, no início da sua carreira. IRS Jovem passará a prever uma isenção de 50%, em vez de 30%, no primeiro ano.

Governo quer atualizar os escalões do IRS em 5,1% em 2023

O Governo decidiu rever em alta o referencial dos aumentos salariais, puxando-o para o valor do aumento da massa salarial da Função Pública: 5,1%. Será esse o número que será usado para atualizar os escalões do IRS.
Comentários