Programa da Fábrica de Unicórnios de Lisboa teve mais de 30 candidaturas

Mais de 30 empresas em ‘alto crescimento’ candidataram-se ao ‘Scaling Up’ da Fábrica de Unicórnios de Lisboa, prevendo-se a seleção de até oito candidatas para integrar a primeira edição do programa, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Fábrica de Unicórnios, que está fisicamente instalada no Hub Criativo do Beato e foi criada para potenciar o crescimento de empresas, revela que, no total, candidataram-se 33 ‘scaleups’ (empresas em alto crescimento) à primeira edição do ‘Scaling Up Program’.

“No total, candidataram-se 33 ‘scaleups’, ‘startups’ já numa fase mais avançada de crescimento para um total de seis a oito vagas. Em conjunto, 79% das candidatas têm operações em Lisboa e já têm um investimento levantado de 45 milhões de euros e mais de 840 colaboradores”, lê-se na nota.

Segundo é referido no comunicado, o “Scaling Up Program foi criado para ‘scaleups’, ‘startups’ que já obtiveram investimento relevante, têm um produto ou serviço em comercialização e uma equipa forte e estruturada, encontrando-se numa trajetória de crescimento rápido e a planear a expansão internacional”.

Agora, entre as 33 candidaturas serão selecionadas até oito ‘scaleups’ que melhor cumprem os critérios para integrar a primeira edição do programa, que arranca em 30 de janeiro.

Na sessão de lançamento, as ‘scaleups’ irão apresentar os seus modelos de negócio aos “mais de 30 parceiros ‘corporate’ e 28 fundos de investimento”, é indicado.

“O nosso objetivo é ajudar estas empresas a maximizar o seu potencial de crescimento e, desta forma, ter um forte impacto económico para Lisboa e para o país, atraindo mais inovação, investimento e emprego”, salienta Gil Azevedo, diretor executivo da Startup Lisboa e da Fábrica de Unicórnios de Lisboa, citado na nota.

O ‘Scaling Up Program’ irá decorrer ao longo de oito meses e tem como objetivo desenvolver “as competências críticas de equipas de liderança”, apoiar na resolução dos desafios de crescimento que enfrentam, “acelerando o crescimento em Portugal e a expansão para outros mercados”.

Entre os parceiros estratégicos do programa estão a Google, Galp, Delta Cafés, Cuatrecasas, Fidelidade, BPI e PwC, além da Câmara Municipal de Lisboa.

No final de outubro, no lançamento oficial da Fábrica de Unicórnios, o presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas (PSD), disse que o programa ‘Scaling Up’ irá apoiar 20 ‘scaleups’ por ano.

Na altura, o autarca adiantou ainda que o programa conta com o apoio de 30 empresas parceiras e 20 investidores, que podem ajudar no crescimento das ‘scaleups’, e “vai começar com oito milhões de euros”, explicando que esse investimento não é só dinheiro público, porque conta com financiamento do sector privado.

Recomendadas

Governo diz que concurso internacional para SIRESP permitiu economizar 30% da despesa prevista

As empresas vencedoras do concurso público internacional foram a Motorola, NOS, OMTEL, No Limits, Moreme e Altice Labs.

“Valorização dos salários é crítica”, reconhece ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social

Ana Mendes Godinho garante que o governo continuará a implementar medidas suplementares para a valorização do salário e, nesse sentido, anunciou que já em março vai ser lançada uma iniciativa dirigida às empresas que contratem jovens com contratos permanentes e um valor mínimo de 1.320 euros de vencimento. As empresas serão apoiadas pelo Estado no pagamento desse vencimento.

Descida da inflação permite corte de 2,5% em Angola

A consultora Oxford Economics Africa considerou este sábado que a descida da inflação para 12,2% durante este ano dará espaço ao banco central de Angola para descer a taxa de juro para 250 pontos base.
Comentários