Programa de startups promovido pela Fosun e Fidelidade distinguido pelas Nações Unidas

O Protechting, programa de captação e aceleração de startups, foi distinguido pela delegação chinesa das Nações Unidas.

O Protechting, programa de captação e aceleração de startups promovido pela Fosun e pela Fidelidade, foi distinguido com o prémio “Sustainable Development 2018 Enterprise Best Practice” pela delegação Chinesa do Pacto Global das Nações Unidas (UNGC China Network), que reconhece o seu contributo para o desenvolvimento sustentável do ecossistema empreendedor.

No âmbito desta distinção, o Director-Geral da Fundação e Vice-Presidente Sénior da Fosun, Li Haifeng, foi convidado a integrar a delegação Chinesa do Pacto Global das Nações Unidas (UNGC China Network), e participou ainda na primeira conferência sobre a implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas na China, reforçando o compromisso do Grupo Fosun no apoio às novas ideias de negócio.

Paralelamente ao prémio atribuído Pacto Global das Nações Unidas na China, o Protechting foi também reconhecido pela 21st Century Media, em parceria com o Belt and Road Research Institute of SFC, como um dos casos de sucesso da implementação da iniciativa de expansão Chinesa “One Belt, One Road”, tendo sido considerado um exemplo a seguir no que diz respeito à promoção da inovação.

No mês passado, o programa Protechting tinha sido distinguido com Prémio de Excelência em Responsabilidade Social Corporativa, na cerimónia “Social Value Co-Creation Corporate Social Responsibility Excellence Award”, pelos seus resultados, mas também devido ao processo de criação de “valor social” e a nível de gestão de “cooperação transfronteiriça”, sendo distinguido a quatro níveis: visão global, experiência em participação, valor partilhado e inovação criativa.

Recorde-se que o programa Protechting da Fosun e da Fidelidade, desenvolvido com o apoio da Luz Saúde e do banco alemão Hauck & Aufhäuser, em parceria com a Beta-i, realizou este ano a sua terceira edição e já apoiou 487 startups, de 42 países.

Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.

Rogério Carapuça: “Há que estar entre os primeiros, não ser o primeiro dos últimos”

O presidente da APDC considera que o desenvolvimento do sector das TIC se dá a um ritmo saudável apesar dos obstáculos concretos que ainda impedem o país de estar entre os melhores classificados. A capacitação e qualificação das pessoas e das empresas são desafios no topo da agenda, mas a simplificação é palavra de ordem para abandonar o paradigma da burocracia que assombra os serviços públicos, alerta Rogério Carapuça.
Comentários