Projeto com potencial para revolucionar medicina dá prémio a investigadora do Técnico

Marija Vranic recebe esta quarta-feira à tarde o Prémio Científico IBM, numa cerimónia em que pontificam o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, e o ministro da Ciência, Manuel Heitor.

Marija Vranic usou os supercomputadores mais potentes do mundo para abordar o estudo dos efeitos de feixes laser de alta densidade energética e as suas aplicações em campos como a medicina, podendo levar à construção de fontes compactas de partículas e de radiação de raios-X e raios-gama.

Estas fontes podem ser usadas para examinar materiais industriais, fazer imagens médicas de contraste elevado e podem até ter potencial para revolucionar áreas de terapia na saúde.

O trabalho de Marija Vranic, doutorada no Instituto Superior Técnico em Lisboa na área da interação dos lasers ultra-intensos com plasmas, valeu-lhe o Prémio Científico IBM, que lhe é entregue esta quarta-feira, dia 16 de janeiro, à tarde numa cerimónia que conta com a presença do Presidente da República, do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, do presidente do IST, e do presidente da IBM.

“Este trabalho, que me permite conciliar a minha paixão pela Programação, Física e Matemática, é desenvolvido ao nível da computação de alto desempenho associado à tecnologia laser e vai possibilitar que surjam novidades para fins industriais e aplicações médicas”, explica a investigadora.

O Prémio Científico IBM, que já vai na 28.ª edição, distingue anualmente trabalhos de “elevado mérito científico no campo da computação e das novas tecnologias”, estimulando jovens cientistas a divulgarem as suas investigações.

O júri é constituído por um grupo de cientistas e académicos, de diferentes áreas e com grande prestígio internacional, que distingue o trabalho mais original e com maior potencial para impactar a investigação científica aplicada ao mundo real e contribuir para projetar o futuro da ciência e da inovação em Portugal.

 

Recomendadas

PremiumAntigas gestoras voltam ao mercado de trabalho com a Católica-Lisbon

Programa destina-se a mulheres com background na área de gestão, finanças e economia, que estão fora há, pelo menos, dois anos. Há nova edição na forja.

PremiumParceria com Universidade Eduardo Mondlane reforça aposta da UPT na lusofonia

A cooperação entre as universidades portuguesa e moçambicana abrange as áreas da formação avançada, da mobilidade de estudantes e de ‘staff’, da formação pedagógica de docentes, bem como projetos de investigação.

Número de inscritos no ensino superior atinge máximo histórico com mais de 433 mil estudantes

“Este resultado mantém Portugal na trajetória necessária para atingir as metas de qualificação de longo prazo”, aponta o Governo.
Comentários