PremiumOPA do Benfica: Projeto europeu forte é crucial para atrair parceiro estratégico

O elevado prémio oferecido na OPA à SADdo clube da Luz é motivo de debate, mas a operação poderá ser passo para atrair um investidor que ajude os ‘encarnados’ a chegar longe na Europa numa altura em que a ideia de uma eventual SuperLiga ganha força.

O valor de cinco euros oferecido pelo clube aos investidores da SAD do Benfica é o aspeto da OPA que gera mais dúvidas entre os analistas. Para o painel do ‘Jogo Económico’, esta semana reforçado com o economista e ex-futebolista Diogo Luís, é unânime em apelidar este fator como o ‘calcanhar de Aquiles’ desta operação. “O preço que o clube dá por ação nesta OPA (cinco euros) é um dos poucos fatores deste processo que carece de justificação porque nos mercados financeiros, quando há uma OPA, dificilmente se dá um valor superior a 50% do valor de mercado e temos de ter em conta que a ação da SAD do Benfica tem pouca liquidez, ou seja, se houver dez transações num dia, por exemplo, esta ação pode cair ou subir um euro”, realça Diogo Luís.

Realça que “quem está a defender os interesses do Benfica não os defendeu neste momento” e que o argumento da compensação aos investidores cai por terra quando 25% das ações estão em quatro acionistas que não compraram as ações numa fase inicial”. Outro ponto, defende este economista, “é que, se a intenção é compensar os acionistas, não se pode só pagar cinco euros. O Benfica teria de pagar 7,24 euros para descontar o efeito de capitalização da inflação”.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Relacionadas

OPA do Benfica: “25% das ações estão em quatro acionistas. Argumento da compensação cai por terra”

Para o economista e ex-futebolista, Diogo Luís, o argumento de que se pretende com esta OPA compensar os primeiros investidores cai por terra. A OPA do Benfica esteve em debate na última edição do ‘Jogo Económico’.

Quem ganha com a OPA do Benfica? Veja o ‘Jogo Económico’

Esta quinta-feira, Diogo Luís, economista e ex-futebolista, vem ao ‘Jogo Económico’ para uma análise detalhada desta operação: do preço por ação ao perfil de investidor que o Benfica vai procurar. Programa contará ainda com a presença de João Marcelino e Luís Miguel Henrique.
Recomendadas

Vieira diz que divulgação de emails foi “estratégia do FC Porto para manchar nome do Benfica”

O antigo presidente do Benfica Luís Filipe Vieira afirmou hoje em tribunal que a divulgação de emails sobre o clube no Porto Canal foi “uma estratégia do FC Porto para manchar o nome” do clube lisboeta.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

“Jogo Económico”. “Não acredito que vamos banir a violência no futebol”, defende especialista

Vêm aí novas leis destinadas ao combate da violência no desporto e nesta edição, vamos conhecer ao detalhe as medidas que estão a ser preparadas para o Governo e perceber se se adequam à realidade do fenómeno em Portugal. Daniel Seabra, antropólogo e professor universitário com obra publicada sobre o fenómeno das claques em Portugal, foi o convidado da última edição do “Jogo Económico”.
Comentários