Projeto para ponte internacional de Alcoutim vai receber 100 mil euros para estudos

Esta infraestrutura tem um financiamento assegurado de nove milhões de euros no âmbito do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência.

O projeto da ponte internacional entre Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana, do lado espanhol, vai receber 100 mil euros para a elaboração de estudos.

Na passada sexta-feira, dia 11 de fevereiro, procedeu-se à assinatura de um adenda ao contrato para a construção desta ponte internacional, destinado ao financiamento dos primeiros estudos geotécnicos desta infraestrutura sobre o rio Guadiana.

“A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) da Região do Algarve e o município de Alcoutim assinaram nesta sexta-feira, dia 11 de fevereiro, uma adenda ao protocolo de colaboração no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência [PRR] com a transferência de 100 mil euros para os estudos de preparação do projeto de nova Ponte Internacional entre Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana”, revela um comunicado da CCDR Algarve.

De acordo com esse documento, “a assinatura da adenda ao contrato decorreu no contexto de reunião de coordenação e monitorização organizada pelos Governos de Portugal e de Espanha sobre o avanço dos trabalhos preparatórios e que envolveu representantes das diversas entidades com competência no domínio das acessibilidades rodoviárias”.

“Com um financiamento assegurado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) de nove milhões de euros, este investimento público será concretizado pelo município de Alcoutim, contando com a intermediação e colaboração técnica da CCDR Algarve, na ligação à Estrutura de Missão Recuperar Portugal, e com as diversas autoridades espanholas, constituindo um projeto que mobiliza o município de Alcoutim e o Ayuntamento Sanlúcar del Guadiana”, assinala o referido comunicado.

Recomendadas

Exclusivo: Bónus milionário da CEO da TAP não é válido

O contrato assinado entre a TAP e a gestora francesa Christine Ourmières-Widener prevê um bónus que pode chegar a três milhões de euros no prazo de cinco anos, revela o documento, a que o Jornal Económico teve acesso. No entanto, o contrato não será válido, uma vez que uma das suas cláusulas prevêem que teria de ser aprovado pela Assembleia Geral da TAP SGPS, algo que nunca chegou a acontecer.

Pampilhosa da Serra assina novo contrato para assegurar transporte de passageiros

O município da Pampilhosa da Serra, no interior do distrito de Coimbra, vai pagar mensalmente mais de 15 mil euros a uma empresa para assegurar o serviço de transporte público de passageiros nas linhas que funcionam atualmente.

Martifer com contrato de 68 milhões para fazer viadutos ferroviários em Birmingham

“O fabrico da estrutura metálica será realizado maioritariamente no pólo industrial do grupo Martifer, em Oliveira de Frades, permitindo reforçar a vertente exportadora do grupo Martifer, que atualmente representa mais de 85 % do volume de negócios do segmento de estrutura metálica em Portugal”, refere a empresa.
Comentários