Promotora imobiliária suíça investe até 180 milhões de euros em projeto no Barreiro

O ‘NOOBA – A Fresh New Living’ será composto por 518 apartamentos com tipologias que variam de T1 a T5, e preços a partir dos 189 mil euros.

A cidade do Barreiro vai ter um novo empreendimento residencial graças à promotora imobiliária suíça Solid Sentinel que vai investir entre 110 e 180 milhões de euros no projeto ‘NOOBA – A Fresh New Living’. A apresentação do projeto aconteceu esta terça-feira, 8 de março.

Composto por 518 apartamentos divididos por nove edifícios com tipologias que variam de T1 a T5, e preços a partir dos 189 mil euros este empreendimento conta com uma área bruta de 98.360 mil m2, com um rooftop de 170m2, uma pista de atletismo de 200 metros, piscina com 25m2, uma zona de lazer de 230 m2 e um jardim com uma área de 430 m2.

As tipologias englobam áreas que vão dos 60 m2 aos 247 m2, sendo que todos os apartamentos dispõem de varandas privadas ou terraços, e partilham um terraço com piscina e uma pista de jogging panorâmica de 100m, com o objetivo de criar um sentido de comunidade e união entre os seus residentes.

A primeira fase vai arrancar com dois edifícios com 127 apartamentos, estando o arranque previsto para 2 de maio e a conclusão prevista para 2024, sendo que a construção de todo o projeto terá uma duração de entre seis a oito anos.

Os preços das tipologias T2 variam entre os 300 mil euros e os 390 mil euros, os T3 entre 400 mil a 480 mil euros e os T4 entre 500 mil e os 580 mil euros. O apartamento mais caro é de tipologia T5 com um valor de 1,2 milhões de euros. “É a nossa jóia da coroa”, referiu Alain Gross CEO e Membro do Conselho da Solid Sentinel.

“Este projeto é a génese de uma revolução, ao representar muito mais do que um simples projeto imobiliário. Este projeto mostra a nossa ambição em redefinir o Barreiro, criando um novo estilo de vida para quem queira fugir da azáfama da cidade, mantendo a proximidade necessária”, realçou o CEO.

“O Barreiro tem muitas possibilidades para desenvolvimento. A prioridade para nós é ficarmos no Barreiro e vermos o que mais se pode construir”, sublinhou Alain Gross.

Miguel Saraiva, arquiteto responsável por este projeto, salienta que “criámos um edifício em harmonia com a paisagem envolvente. Para o projeto NOOBA, inspirámo-nos na sua localização, à beira-rio e repleto de luz. O desenho reflete essa proximidade com o Tejo e aproveita a luz natural típica do Barreiro e de Lisboa”.

O arquiteto destacou que ao nível da arquitetura foi necessário desde logo retificar um desenho urbano e melhorá-lo. “As áreas são ligeiramente superior às que temos em Lisboa. Este é o segundo edifício com vidros curvos. É muito caro fazer vidros curvos e o Alain Gross permitiu-me fazer isso. A possibilidade de poder ir este por caminho concetual é um sinal de boa vontade do cliente”.

Já Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB) sublinha que “estes grandes investimentos são sinónimo de crescimento, desenvolvimento, atratividade criando sinergias e beneficiando o município do Barreiro”.

Recomendadas

Procura de casa subiu 7,5% em Lisboa e desceu 5,6% no Porto no primeiro semestre

No entanto, as duas regiões continuam a ser as mais procuradas do país para encontrar casa. Lisboa lidera, representando 23,5% seguida pelo Porto, com 18,3% do total da procura, com um peso global de 42%.

Preços das casas aumentaram 10,9% no primeiro semestre

Este valor representa um crescimento homólogo de 17,6%. Em Lisboa, os preços das casas registam uma subida semestral de 3,6% e homóloga de 10,6%. Já no Porto, as subidas foram de 11,1% e 19,6%, respetivamente.

INE: custos de construção de habitação nova sobem 13%

O INE dá conta de uma subida de 17,2% dos preços dos materiais em termos homólogos, não obstante a desaceleração de 1,6 p.p. face ao mês anterior; quanto ao custo da mão de obra, registou-se um aumentou 6,9% do mesmo em junho, uma subida de mais de 0,5 p.p face ao registado no mês anterior.
Comentários