PS aproxima-se da maioria absoluta e Marcelo é recordista de popularidade

A sondagem é da Universidade Católica de Lisboa. Se as eleições fossem hoje, o PS estaria muito perto da maioria absoluta, com 43%. O PSD registaria praticamente mínimos históricos (30%).

Adriano Machado/Reuters

Quase ano após o atual Governo ter tomado posse, a Universidade Católica de Lisboa divulga uma sondagem que revela que, se os portugueses fossem hoje às urnas, as suas intenções de voto iam recair para a esquerda.

O PS, o Bloco de Esquerda e a CDU somam 57% das intenções de voto, na sondagem feita pela instituição de ensino superior para a RTP, a Antena 1, o “Diário de Notícias” e “Jornal de Notícias”.

O Presidente da República sobressai na sondagem pelo recorde de popularidade. Numa escala, de zero a 20, Marcelo Rebelo de Sousa tem 16,3% e 97% avaliações positivas nesta sondagem da Católica.

Os socialistas lideram as escolhas, com 43% das intenções de voto, e os sociais-democratas atingem os 30%. No estudo divulgado pelos meios de comunicação, esta sexta-feira, o Bloco de Esquerda surge com 8%, a CDU e o CDS-PP têm cada um 6% das intenções de voto. Em relação ao PSD e CDS, os partidos da direita juntos somam 36% das intenções de voto, abaixo dos 41% de 2015.

No que diz respeito aos restantes partidos que sustentam o Governo, o Bloco de Esquerda e CDU perdem aproximadamente 2% face às legislativas do ano passado. No caso do PAN, o estudo indica que tem 2% das intenções de voto. Já os indecisos contabilizam 21%.

Questionado sobre o número de indecisos, João António, responsável pela sondagem, diz ao DN que “muitas pessoas não decidiram ainda como vão votar e muitas ainda mudarão de ideias até lá”. “Comparando estes resultados com os da sondagem realizada há cerca de um ano, num período pós-eleitoral conturbado, verifica-se que há hoje uma maior percentagem de indecisos”.

Quanto aos líderes partidários, nesta sondagem, António Costa é o mais popular, com uma nota de 12,3 e 81% de avaliações positivas. Ao atual primeiro-ministro segue-se Catarina Martins, registando 11,6 e 77% notas positivas; Jerónimo de Sousa (10,5 e 69% de avaliações positivas) e Assunção Cristas (10,1 e 70% de avaliações positivas).

Recomendadas

João Cotrim de Figueiredo no regresso do Clube dos Pensadores

Líder do Iniciativa Liberal está no Porto para o regresso do Clube dos Pensadores, um grupo de debate enraizado na sociedade civil por onde já passaram quase todos os líderes políticos nacionais.

Ministro da Saúde quer reinício das negociações com sindicatos ainda em outubro

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, disse hoje em Coimbra que o regresso às negociações com os sindicatos dos médicos e enfermeiros “de outubro não passará”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários