PS diz que valorização salarial anunciada pela Câmara do Funchal se deveu à República

O partido considera que a medida, anunciada pela autarquia do Funchal, “só pode ser lida como sendo um rasgado elogio aos esforços do Governo da República quanto à valorização salarial de trabalhadores e trabalhadoras em funções públicas”.

A concelhia do Funchal do PS diz que a atualização salarial que se verificou nos técnicos superiores e assistentes técnicos da Câmara Municipal do Funchal, anunciada pela autarquia, é resultado da legislação nacional e só aconteceu graças ao esforço promovido pelo Governo da República.

“Sabendo que o presidente da Câmara tem aversão a que se cumprimente com o chapéu alheio, a medida só pode ser lida como sendo um rasgado elogio aos esforços do Governo da República quanto à valorização salarial de trabalhadores e trabalhadoras em funções públicas, através do Decreto-Lei n.º 51/2022, aprovado em finais de julho e que possibilitará um aumento salarial na ordem dos 34 euros mensais para assistentes técnicos e de 52 euros para técnicos superiores”, diz a presidente da Concelhia do PS-Funchal, Isabel Garcês.

A socialista diz concordar com a medida, acrescentando que se trata de uma “boa notícia para todos os trabalhadores e trabalhadoras da Função Pública Regional e Local”.

A autarquia do Funchal anunciou na passada quarta-feira que iria aumentar, com efeitos a partir de janeiro, a remuneração base (ilíquida) dos trabalhadores integrados nas carreiras de Técnico Superior e de Assistente Técnico, designadamente os que se encontram na 1ª e 2ª posições da carreira de técnico superior e na 1ª de assistente técnico.

A Câmara do Funchal acrescentou que iria existir um aumento mensal de cerca de 34 euros para os Assistentes Técnicos e de 52 euros para os Técnicos Superiores, abrangendo 168 trabalhadores do Município do Funchal.

“A autarquia agilizou e envidou todos os esforços para assegurar que esta atualização salarial fosse processada já nos vencimentos de agosto, garantindo igualmente que os valores dos retroativos de janeiro a julho e do subsídio de Natal também fossem processados este mês”, referiu o município.

O município sublinhou que esta atualização salarial foi derivada do Decreto-Lei n.º 51/2022, de 26 de julho, que “aprova medidas de valorização remuneratória de trabalhadores em funções públicas”.

Recomendadas

Madeira: Novos contratos de arrendamento diminuíram enquanto valor por metro quadrado cresceu

Entre as 25 regiões NUTS III, a RAM posicionou-se como a quarta região com o valor mediano das rendas mais elevado, atrás da Área Metropolitana de Lisboa, do Algarve e da Área Metropolitana do Porto.

Madeira: Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento disponibiliza máquina ATM Express na Praça CR7

As caixas ATM são especialmente direcionadas para os turistas, sector que têm vindo a atingir valores históricos na Região.

Madeira supera 1,1 milhões de dormidas no alojamento turístico em agosto

As estimativas para as dormidas de agosto de 2022 superam em 67 mil o valor do mês anterior, passando assim a constituir o registo mensal mais alto de sempre observado no alojamento turístico da Região.
Comentários