PS e direita chumbam salário mínimo nos 600 euros em janeiro

PS, PSD e CDS chumbaram proposta do PCP que recomendava aumento do salário mínimo para 600 euros já em janeiro. Proposta do PSD para aumentar salário em função do crescimento económico não passou.

Foto cedida

A proposta feita pelo PCP ao Governo de aumentar o salário mínimo para 600 euros já em janeiro foi chumbada esta sexta-feira no Parlamento. As bancadas do BE, Verdes e PAN votaram a favor, enquanto o PS se juntou à direita e impediu que a recomendação chegasse ao Governo, que já se tinha comprometido a aumentar o salário mínimo para 557 euros e 600 euros ao longo da legislatura.

As bancadas do PS, PSD e CDS votaram alinhadas contra o projeto de resolução do PCP, com o BE, PEV e o deputado do PAN a votarem favoravelmente à proposta dos comunistas. De acordo com a deputada Rita Rato, do PCP, o chumbo da proposta revela um acordo do Governo com as confederações patronais, que “vetam todos os aumentos de direitos e de salários dos trabalhadores”. “O compromisso do PCP é com os trabalhadores e com o crescimento do país”, afirmou a deputada esta sexta-feira no Parlamento durante a discussão e votação do diploma.

Também os socias-democratas tinham uma proposta sobre o tema, no sentido de a atualização do salário mínimo estar ligada ao “crescimento, competitividade e emprego” num “contexto alargado” de “combate às desigualdades e à pobreza que assegure e promova a paz social e o desenvolvimento”. O PSD não propõe valores concretos nem datas definidas, mas o documento também foi reprovado.

A iniciativa do PSD só contou com o apoio dos democratas-cristãos e do deputado do PAN. O PS, BE, PCP e PEV votaram contra o documento do PSD.

Recomendadas

Cheque-família começa a ser pago a partir de 20 de outubro, anuncia Marques Mendes

No seu espaço habitual de comentário ao domingo no Jornal da Noite da Sic, Marques Mendes assegurou que este apoio, anunciado pelo Governo a 5 de setembro, vai começar a chegar às contas bancárias das famílias a partir do dia 20 do próximo mês.

Comissão Europeia diz que Portugal é “moderadamente inovador”

O país encontra-se no grupo dos países moderadamente inovadores, passando da 19ª para a 17ª posição entre os 27 Estados-Membros, segundo os dados da Comissão Europeia tornados públicos pela ANI (Agência Nacional de Inovação).

Emirados Árabes Unidos vão fornecer à Alemanha gás liquefeito e gasóleo em 2022 e 2023

Segundo a agência noticiosa oficial dos Emirados, Wam, o acordo prevê a exportação de uma carga de gás natural liquefeito (GNL) para a Alemanha no final de 2022, seguida do fornecimento de quantidades adicionais em 2023.
Comentários