PS propõe recondução de Correia de Campos no CES

O PSD afirmou que a recandidatura é da exclusiva responsabilidade do PS, pelo que cada deputado social-democrata poderá votar livremente a proposta.

O PS propôs a recondução de António Correia de Campos como presidente do Conselho Económico e Social (CES), disse hoje à Lusa a líder parlamentar socialista, Ana Catarina Mendes.

Por seu lado, o primeiro vice-presidente da bancada do PSD, Adão Silva, afirmou que a candidatura de Correia de Campos é apresentada exclusivamente pelo PS e não é subscrita pelos sociais-democratas, pelo que cada deputado deverá “votar livremente” na aceitação ou não do nome do antigo ministro da Saúde.

A eleição será feita pelos deputados da Assembleia da República em 20 de dezembro.

A atividade do CES concretiza-se através da elaboração de pareceres e estudos sendo complementada pela redação de documentos informativos e pela organização de conferências com vista à promoção do debate no âmbito da política económica, de emprego, social, orçamental e financeira bem como de outros temas de interesse para a sociedade civil.

Recomendadas

Margarida Balseiro Lopes: “Surpreende-me a insensibilidade social de muitas medidas do Governo”. Ouça o podcast “Discurso Direto”

Discurso Direto é um programa do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto. Ouça a entrevista a Margarida Balseiro Lopes, uma das vice-presidentes do PSD.

“Surpreende-me a insensibilidade social de muitas medidas do Governo”. Margarida Balseiro Lopes em “Discurso Direto”

Discurso Direto é um programa do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto. Veja a entrevista a Margarida Balseiro Lopes, uma das vice-presidentes do PSD.

Paciência zero para a política Covid zero na China. Ouça o podcast a “A Arte da Guerra”

A política de Covid zero começa a fazer mossa na China com o confinamento de centenas de milhões de pessoas a desencadear protestos pouco comuns na presidência de Xi Jinping. Os incidentes diplomáticos no Qatar e a perseguição aos curdos por parte de Erdogan são também temas em análise.
Comentários