PS requer ao Banco de Portugal documentação sobre processo Eurobic/BPI

O PS vai requerer ao Banco de Portugal “toda a documentação e informação” que justificaram a intervenção do ex-governador Carlos Costa no processo Eurobic/BPI, anunciou o PS.

9 – BPI

O PS vai requerer ao Banco de Portugal “toda a documentação e informação” que justificaram a intervenção do ex-governador Carlos Costa no processo Eurobic/BPI, anunciou esta quarta-feira o líder parlamentar socialista.

“O Grupo Parlamentar do PS, como primeira iniciativa, vai requerer ao Banco de Portugal toda a documentação e informação – quer ao departamento de supervisão, quer a outros departamentos que o Banco de Portugal entenda por pertinente -, sobre o processo de intervenção do Banco de Portugal no processo do Eurobic e sobretudo na semana entre 10 e 17 de abril de 2016”, anunciou Eurico Brilhante Dias numa conferência de imprensa na Assembleia da República.

Brilhante Dias considerou ser “muito importante” perceberem-se “os fundamentos” desta intervenção, adiantando que o PS quer “os documentos, as atas, a fundamentação técnica” que a motivou.

Acompanhado pelos dirigentes do PS Jamila Madeira e Miguel Costa Matos, o líder parlamentar socialista considerou que a carta enviada pelo primeiro-ministro na terça-feira à noite em resposta às perguntas do PSD sobre alegadas interferências no Banco de Portugal mostram que se mantém, “de facto, uma nebulosa” sobre este caso.

Há “uma parte que não está esclarecida, mas que não diz respeito à intervenção do senhor primeiro-ministro, mas sim do senhor ex-governador Carlos Costa, em particular no Banco de Portugal no quadro da sua intervenção no BPI”, afirmou.

Recomendadas

TAP. Sitava aprova redução dos cortes salariais para 20%

O plenário de trabalhadores convocado pelo Sitava aprovou esta quarta-feira a proposta de acordo da TAP, que prevê a redução dos cortes salariais de 25% para 20%. Assim, não se antecipa nenhuma greve.

Chinesa Alibaba promete rival do ChatGPT e ações disparam

A promessa do ChatGPT motivou as gigantes tecnológicas a fazerem avultados investimentos nas tecnologias de Inteligência Artificial. A Google deu um tiro no pé com o Bard e viu as ações tombarem quase 10%. Agora, a Alibaba anuncia um produto rival.

Foram criadas em Portugal 4.840 novas empresas em janeiro

As novas empresas criadas em janeiro em Portugal aumentaram 2% em termos homólogos, para 4.840 unidades. É no sector dos transportes que se registou o maior crescimento percentual (114%), mais do que duplicando o registo de janeiro de 2022, num total de 577 novas empresas.
Comentários