PS tem seis novos líderes federativos e 13 foram reeleitos

Os militantes socialistas elegeram entre sexta-feira e sábado seis novos líderes federativos, em Braga, Bragança, Oeste, Porto, Portalegre e Vila Real, e reelegeram os presidentes de 13 federações, segundo resultados hoje divulgados.

Os resultados globais destas eleições foram divulgados hoje através de comunicado e as percentagens finais de cada eleição foram avançadas à agência Lusa pelo secretário nacional do PS para a Organização, Pedro do Carmo.

No Porto, a maior federação do PS, Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, venceu com 96% dos votos a candidatura adversária de João Pedro Pereira. Manuel Pizarro deixa a liderança desta estrutura partidária distrital por não querer acumular essas funções com as de ministro da Saúde.

Entre os presidentes reeleitos estão três dirigentes do PS que são também governantes: Duarte Cordeiro, ministro do Ambiente e da Ação Climática, que lidera a Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL), Miguel Alves, secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, presidente da federação de Viana do Castelo, e António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, que está à frente da federação de Setúbal.

Duarte Cordeiro foi reeleito com 97% dos votos, sem opositores, enquanto Miguel Alves obteve 91%, também sem concorrência. António Mendonça Mendes disputou a eleição com Helena Domingues e venceu com 85% dos votos.

Na Federação Regional do Oeste, o atual presidente Pedro Folgado, não foi reeleito, perdeu para Brian Silva, que preside à Assembleia Municipal da Lourinhã, vencedor com 57% dos votos.

Na federação de Bragança, onde o atual presidente, Jorge Gomes, optou por não se recandidatar ao cargo, foi eleita a deputada Berta Nunes, ex-secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, com 53% dos votos, derrotando Bruno Veloso.

Na federação de Coimbra, o atual presidente, Nuno Moita, presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, foi reeleito com 65% dos votos, numa eleição que disputou com o antigo deputado do PS Vítor Baptista.

Em Portalegre, onde Ricardo Pinheiro não se quis recandidatar, o novo presidente da federação é Luís Testa, que já tinha exercido essas funções e foi agora eleito com 95% dos votos, sem adversários.

Em Braga, Frederico Castro foi eleito com 84% dos votos. Foi o único candidato ao cargo até agora exercido por Joaquim Barreto.

Em Vila Real, Luís Machado também era o único candidato a substituir Francisco Rocha na liderança da federação e foi eleito presidente com 94%.

No Algarve, foi reeleito com 70% dos votos o atual presidente e deputado Luís Graça, que tinha como adversário Vítor Aleixo, presidente da Câmara Municipal de Loulé.

Os outros presidentes de federação reeleitos nestas eleições, sem oposição, foram Jorge Sequeira, em Aveiro, com 93%, Alexandre Lote, na Guarda, com 94%, e Walter Chicharro, em Leiria, com 86%, Nélson Brito, no Baixo Alentejo, com 89%, Vítor Pereira, em Castelo Branco, com 92%, Luís Dias, em Évora, com 96%, Hugo Costa, em Santarém, com 97%, e José Rui Cruz, em Viseu, com 93%.

Num comunicado do PS sobre as eleições de sexta-feira e sábado nestas 19 federações, refere-se que foram ainda eleitos 4.220 delegados aos congressos federativos de 19 e 20 de novembro, aos quais se juntam 2.764 delegados por inerência.

Além das 19 federações de âmbito distrital o PS tem federações regionais nos Açores e na Madeira.

Nos termos dos estatutos deste partido, os presidentes de federações são eleitos por sufrágio direto dos militantes e após quatro mandatos sucessivos não podem recandidatar-se ao cargo na eleição seguinte.

Recomendadas

Margarida Balseiro Lopes: “Surpreende-me a insensibilidade social de muitas medidas do Governo”. Ouça o podcast “Discurso Direto”

Discurso Direto é um programa do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto. Ouça a entrevista a Margarida Balseiro Lopes, uma das vice-presidentes do PSD.

“Surpreende-me a insensibilidade social de muitas medidas do Governo”. Margarida Balseiro Lopes em “Discurso Direto”

Discurso Direto é um programa do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto. Veja a entrevista a Margarida Balseiro Lopes, uma das vice-presidentes do PSD.

Paciência zero para a política Covid zero na China. Ouça o podcast a “A Arte da Guerra”

A política de Covid zero começa a fazer mossa na China com o confinamento de centenas de milhões de pessoas a desencadear protestos pouco comuns na presidência de Xi Jinping. Os incidentes diplomáticos no Qatar e a perseguição aos curdos por parte de Erdogan são também temas em análise.
Comentários