PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.

O PSD/Açores manifestou hoje o seu empenho na melhoria das condições de trabalho dos bombeiros e abertura para avaliar um modelo que “assegure regularidade e previsibilidade” do financiamento.

Citado num comunicado, o deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.

A posição do partido foi divulgada após uma reunião com a direção da Federação dos Bombeiros da Região Autónoma dos Açores.

De acordo com o parlamentar, é preciso começar a trabalhar “na atualização dos contratos das associações de bombeiros que prestam serviços de descargas de combustíveis, cujos valores remontam a 2010”.

O deputado defendeu ainda a importância da “uniformização de procedimentos no que toca a pagamentos, taxas e modelo de financiamento”.

Luís Soares lembrou que foi constituída uma Comissão Técnica para elaboração dos estudos preparatórios para a revisão e atualização da portaria de condições de trabalho para os trabalhadores que exercem funções nas associações humanitárias de bombeiros dos Açores.

“A constituição desta Comissão Técnica evidencia o empenho do Governo de coligação (PSD, CDS-PP e PPM) na resolução dos problemas deste importante setor”, destacou.

Recomendadas

Madeira: IHM renova campo de jogos do Bairro da Nazaré num investimento de 65 mil euros

A reabilitação daquele espaço e a introdução de um campo destinado à prática do Madeirabol, deverá constituir mais um polo de atração e recreio para os moradores, mas também para a população em geral.

Saiba que erros evitar na gestão das finanças pessoais

Faça um Plano Financeiro. Defina objetivos a curto, médio e longo prazo, mas que consiga cumprir. Quantifique-os e defina prazos. Calcule pequenas metas a curto prazo para os atingir e mantenha-se focado nesses objetivos, sem ser demasiado ambicioso.

Parlamento da Madeira pede inclusão das regiões autónomas no grupo que vai elaborar o Plano Estratégico da Pequena Pesca

“Para nós é fundamental que as Regiões Autónomas estejam salvaguardadas com uma presença efetiva, por forma a que possamos salvaguardar as especificidades da pequena pesca nas ilhas, que é diferente da que acontece no território continental”, aclarou Nuno Maciel.
Comentários