PSD acusa República de excluir empresas da Madeira do apoio que fará face ao aumento do salário mínimo nacional

Em resposta, a Secretária de Inclusão Social e Cidadania, Rita Andrade, confessou que “é com preocupação que o Governo Regional encara esta exclusão” das empresas regionais, o que irá “fragilizar as negociações”, mas espera ainda que tal artigo que limita o apoio às empresas no território continental seja revisto.

Créditos: Élvio Fernandes

O deputado do Partido Social Democrata (PSD), Brício Araújo, criticou o Governo da República por excluir empresas da Madeira do diploma que irá apoiar empresas, a nível continental, para fazer face ao aumento do salário mínimo nacional.

Na sua intervenção na Assembleia da Madeira sobre o orçamento regional, o deputado declarou que “mais uma vez o Governo socialista da República volta a excluir a Madeira”, algo que Brício Araújo considera “uma violação constitucional”.

Em resposta, a Secretária de Inclusão Social e Cidadania, Rita Andrade, confessou que “é com preocupação que o Governo Regional encara esta exclusão” das empresas regionais, o que irá “fragilizar as negociações”, mas espera ainda que tal artigo que limita o apoio às empresas no território continental seja revisto.

Nesse âmbito, a governante mencionou a reunião da Comissão Permanente da Concertação Social, que terá lugar no dia 22 de dezembro, onde se irá proceder aos acertos e negociações no salário mínimo regional e avançou que, no passado, tem sido assegurado um acerto de 2,5%. Portanto, é estipulado que o salário mínimo regional passe para 722 euros, mas ainda “não há certezas” sobre o que irá acontecer nessa reunião.

Recomendadas

O excesso de peso da mochila pode ser prejudicial à saúde do seu filho

É importante redobrar os cuidados e repensar nos materiais a levar para a escola, já que a mochila com peso tem um forte impacto na postura da criança.

Madeira: ACIF participa na quinta reunião transnacional do projeto BLUE-TEC

O projeto visa promover o crescimento inteligente do turismo náutico e costeiro da Macaronésia.

PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.
Comentários