PSD considera escolha de Araújo para CEO do SNS uma “operação de cosmética”

Para Montenegro Portugal precisa de uma “política de saúde que responda às necessidades dos cidadãos”.

Cristina Bernardo

O presidente do Partido Social Democrata (PSD) considerou a escolha de Fernando Araújo para diretor-executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS) uma “operação de cosmética”. Para Montenegro, Portugal precisa de uma “política de saúde que responda às necessidades dos cidadãos”.

O país necessita, continua, “de uma política de saúde que dê resposta às carências de médicos de famílias, aos serviços de urgência encerrados”, e que resolva os vários problemas que se sentem no dia-a-dia”.

Portugal, “nos últimos anos, sofreu com os efeitos da marca ideológica do PS nas políticas públicas. Fechar o SNS apenas na administração pública é redutor e não responde às necessidades das pessoas”, disse o líder dos sociais democratas.

O PSD diz que a solução passa por uma “complementaridade com o sector social e privado”. “O que o País precisa é de reformas estruturais e o Primeiro-ministro é avesso a essas reformas”, assegura. O resultado? “Os cidadãos têm cada vez piores serviços”, remata.

Na terça-feira foi noticiado que Fernando Araújo seria o escolhido para diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Atualmente Fernando Araújo é presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de São João do Porto.

Fernando Araújo escolhido para diretor-executivo do Serviço Nacional de Saúde (com áudio)

Relacionadas

Fernando Araújo escolhido para diretor-executivo do Serviço Nacional de Saúde (com áudio)

O presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de S. João, Fernando Araújo, é o escolhido para o cargo de diretor-executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS), segundo a “SIC Notícias”, mas ainda não terá respondido oficialmente uma vez que aguarda a promulgação do novo estatuto do SNS.
Recomendadas

BE defende regime de moratórias bancárias e impenhorabilidade da primeira habitação

As medidas para fazer face ao aumento dos preços da habitação foram apresentadas por Catarina Martins, que defende também um programa “Arrendar para Habitar”.

Apertem os cintos! Vamos agora aterrar em Santarém. Ouça o podcast “Maquiavel para Principiantes” de Rui Calafate

“Maquiavel para Principiantes”, o podcast semanal do JE da autoria do especialista em comunicação e cronista do “Jornal Económico”, Rui Calafate, pode ser ouvido em plataformas multimédia como Apple Podcasts e Spotify.

Marcelo defende equilíbrio por parte do BCE para evitar estagnação

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu hoje que o BCE deve procurar um equilíbrio e “pensar muito bem” na subida de juros para evitar a estagnação económica.
Comentários