PSD: Poiares Maduro apoia Moreira da Silva e vai participar em iniciativa na segunda-feira

Miguel Poiares Maduro, professor universitário e antigo ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, confirmou à Lusa o seu apoio a Moreira da Silva, também ministro no XIX Governo Constitucional liderado por Pedro Passos Coelho na pasta do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia.

Cristina Bernardo

O antigo ministro Miguel Poiares Maduro vai apoiar a candidatura à liderança do PSD de Jorge Moreira da Silva e participar numa iniciativa de campanha na segunda-feira, Dia da Europa.

O antigo vice-presidente do PSD Jorge Moreira da Silva irá promover na segunda-feira uma mesa-redonda dedicada ao tema “Guerra, pandemia, inflação, clima: a resposta da Europa”, na sua sede de campanha (no Taguspark, em Oeiras), com a presença de Miguel Poiares Maduro, do antigo líder do PSD-Açores Carlos Costa Neves e da professora universitária Cátia Batista, de acordo com uma nota de agenda da sua candidatura.

Miguel Poiares Maduro, professor universitário e antigo ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, confirmou à Lusa o seu apoio a Moreira da Silva, também ministro no XIX Governo Constitucional liderado por Pedro Passos Coelho na pasta do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia.

Nas últimas eleições diretas do PSD, em novembro do ano passado, Poiares Maduro apoiou o eurodeputado Paulo Rangel contra o atual presidente Rui Rio.

As eleições diretas no PSD realizam-se em 28 de maio e são candidatos anunciados Jorge Moreira da Silva e o antigo líder parlamentar Luís Montenegro.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

Bruxelas valoriza o “compromisso” de Portugal reduzir o défice e a dívida, diz Medina

Abordou-se ainda a guerra na Ucrânia, a inflação e a transição energética. Medina transmitiu a mensagem de “necessidade de prudência relativamente ao ritmo de adequação da política monetária a este contexto, mas também de continuar a desenvolver uma ação diplomática que nos permita uma maior estabilização dos preços”.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta terça-feira

Só dez funcionários públicos aceitaram ir trabalhar para o interior do país; Novos donos da Brisa já receberam 248 milhões; Bruxelas critica retenção excessiva de IRS que prejudica contribuintes e Finanças
Comentários