PSI-20 desvaloriza mais de 3% e segue perdas da Europa

As ações do grupo EDP estão a afundar mais de 5%. Destaque ainda para a queda superior a 2% de cotadas como o BCP, CTT, Corticeira Amorim, Pharol, Sonae, Galp Energia e Navigator.

As bolsas europeias seguem a meio da sessão desta quarta-feira em terreno negativo, mantendo a tendência do início das negociações. O índice português PSI-20 não é exceção e afunda 3,33% para 4.725,71 pontos, estando a ser penalizado sobretudo pelo tombo de 6,85% da EDP Renováveis (EDPR), para 21,75 euros.

A empresa liderada por Rui Teixeira anunciou esta manhã que assegurou contratos de longo prazo para uma produção de 187 megawatts nos leilões de energia renovável em Espanha e Itália para um total de sete projetos nos dois países. Até ao momento, a EDPR tem garantido “globalmente 6,7 gigawatts de projetos que se esperam que entrem em operação a partir de 2021″, referiu a cotada.

A EDP – Energias de Portugal afunda 5,08% para 4,95 euros e a Altri cai 4,66% para 4,82 euros. Destaque ainda para a queda superior a 2% de cotadas como o BCP, CTT, Corticeira Amorim, Pharol, Sonae, Galp Energia e Navigator.

No resto da Europa, o sentimento é igualmente pessimista, com o índice alemão DAX a apresentar uma queda de 1,80%, o espanhol IBEX 35 a perder 1,35%, o francês CAC 40 a desvalorizar 1,33%, o holandês AEX a cair 1,33%, o italiano FTSE MIB a resvalar 1,73% e o britânico FTSE 100 a recuar 1,05%. O Euro Stoxx 50 está a ser marcado por uma desvalorização de 1,62%.

“Em dia de importantes decisões de política monetária da Fed nos Estados Unidos (pelas 19h00 de Lisboa), onde as atenções estarão voltadas para as perspetivas do banco central norte-americano sobre o impacto da pandemia e a forma como pretende suportar a economia, destaque esta manhã para a revelação de que a confiança dos consumidores na Alemanha caiu mais que o previsto em janeiro”, refere Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp.

Já o valor do ‘ouro negro’ está a subir ligeiramente. O preço do petróleo WTI, produzido no Texas, avança 0,04% para os 52,63 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a valorizar 0,18% para os 55,74 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro desvaloriza 0,36% face ao dólar, para os 1,2116 dólares, e a libra esterlina desce 0,20% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,2116 dólares.

Recomendadas

PremiumLucros em 2022 vão superar os bancos centrais?

Evolução dos mercados em 2022 entre o desempenho dos lucros e o andamento mais ‘hawkish’ das políticas monetárias.

Fundos de Investimento com 19,5 mil milhões de ativos sob gestão em dezembro

A Jerónimo Martins foi o título com maior peso nas carteiras dos fundos, representando 11,7% do total investido, com um crescimento mensal de 32,3%. Seguiram-se a Sonae, cujo valor nas carteiras dos fundos subiu 38,8%, e a Navigator cujo valor cresceu 48,6% face a novembro.

Wall Street fecha mista com Dow Jones castigado pelo sector financeiro

Apesar dos resultados positivos apresentados por JPMorgan Chase, Citigroup e Wells&Fargo, os investidores ficaram algo preocupados com a subida de custos do primeiro banco e a queda nos lucros do segundo, levando o sector a recuar na última sessão da semana.
Comentários