PSI no ‘verde’ em manhã marcada por recuperação nas praças europeias

A Mota Engil, que ontem viu a avaliação das suas ações ser melhorada após a apresentação dos resultados semestrais (no primeiro semestre, o EBITDA da construtora ascendeu a 206,8 milhões de euros, numa subida anual de 14,4%), valoriza 1,32% para 1,228 euros.

Cristina Bernardo

A bolsa de Lisboa está em alta ligeira no início da sessão desta terça-feira, estando a subir 0,17% para 6.014,33 pontos (08:05), numa manhã marcada por uma recuperação dos mercados europeus que ontem negociaram, na sua generalidade, em terreno negativo.

O BCP lidera nos ganhos ao valorizar 1,71% para 0,1485 euros, seguido da EDP, que ganha 0,58% para 4,824 euros, e dos CTT, cujas ações avançam 0,77% para 3,275 euros.

A EDP Renováveis e a Greenvolt também negoceiam no ‘verde’, apreciando, respetivamente, 0,33% para 24,19 euros e 0,22% para 9,14 euros.

A Mota Engil, que ontem viu a avaliação das suas ações ser melhorada após a apresentação dos resultados semestrais (no primeiro semestre, o EBITDA da construtora ascendeu a 206,8 milhões de euros, numa subida anual de 14,4%), valoriza 1,32% para 1,228 euros.

“Os mercados acionistas europeus estão a recuperar ligeiramente das quedas da véspera, com os investidores a manterem uma postura de cautela perante os sinais reforçados de que a economia europeia vai enfrentar uma recessão”, destaca a BA&N Research Unit na análise diária “Morning Call”.

O espanhol IBEX sobe 0,52% para 7.905,50 pontos, o francês CAC ganha 0,20% para 6.105,27 pontos, o alemão DAX avança 53% para 12.828,37 pontos e o britânico FTSE ganha 0,14% para 7.297,51 pontos.

No mercado petrolífero, o crude sobe 2,42% para 89,00 dólares, enquanto o brent cai 0,42% para 89,00 dólares.

Recomendadas

Bolsa de Lisboa abre em alta numa manhã positiva para os mercados europeus

O PSI iniciou a sessão desta terça-feira em terreno positivo, estando a ganhar 1,29% para 5.485,53 pontos numa manhã serena para a generalidade das praças europeias. A Greenvolt e a Altri estão em destaque esta manhã ao valorizarem, respetivamente, 1,77% para 8,61 euros e 2,42% para 5,12 euros. Ainda no mercado energético, a Energias de […]

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta terça-feira

Destaque do dia para a Rússia, que vai publicar os dados relativos à taxa de desemprego e outros indicadores macroeconómicos, numa altura em que o esforço bélico e o prolongamento das sanções começam a afundar a economia do país.

Luta da Fed contra a inflação atinge Wall Street no fecho da sessão

De resto, o organismo liderado por Jerome Powell deu conta na semana passada da possibilidade de as taxas de juro continuarem em alta até 2023 fez com que os três principais índices tivessem caído na última semana entre 4% e 5%.
Comentários