PSI acompanha Europa no ‘verde’ no encerramento da sessão. Greenvolt fecha a disparar quase 4%

Entre as principais praças europeias, o francês CAC 40 subiu 0,73%, o espanhol IBEX 35 valorizou 1,49%, o alemão DAX aumentou 0,63% e o britânico FTSE 100 terminar a ganhar 0,51%.

A bolsa de Lisboa encerrou a sessão desta quarta-feira em terreno positivo, impulsionada pelos ganhos das principais cotadas, com a Greenvolt a liderar os ganhos, mantendo a tendência de abertura e em sintonia com as congéneres europeias. O principal índice bolsista português (PSI) subiu 0,88%, para 6.184,84 pontos.

No PSI, destaque para a Greenvolt, cujas ações valorizaram 3,98% para os 7,05 euros, após a Altri anunciar que a partir de hoje, daria 25 ações da Greenvolt por cada 100 títulos e 24 cêntimos em dinheiro aos acionistas.

Em terreno positivo segue-se a Galp que avançou 2,74% para 11,625 euros, o Banco Comercial Portugês (BCP) que subiu 2,73% para os 0,1844 euros, a Altri que aumentou 1,84% para os 5,80 euros, a Jerónimo Martins que ganhou 0,69% para os 19,08 euros e a EDP que termina a sessão com as ações a valorizarem 0,63% para os 4,776 euros.

Deutsche Bank manteve a recomendação de compra e elevou o preço-alvo de 0,2 euros para 0,22 euros por ação. Já a Jefferies elevou o preço-alvo de 0,17 euros para 0,18 euros por ação, no entanto, manteve a recomendação de hold inalterada. O preço-alvo médio atribuído pelos analistas é de 0,21 euros/ação, segundo dados da Bloomberg.

Ao contrário, a EDP Renováveis fechou em queda de 0,13% para 22,97 euros. A REN também recuou -0,83% para 3,005 euros. Nem a nota do Caixa Banco de Investimento (CaixaBI) que subiu o preço-alvo da REN para 3,40 euros (contra 3,10 euros atribuídos na última nota de “research”), a poupou. Mas a maior perda foi registada pelo título da Navigator que caiu -2,07% para 4,06 euros.

“Os mercados de ações europeus encerraram em alta, pese embora alguns indicadores mais fracos a nível macroeconómico. Os setores de Utilities e de Energia lideraram os ganhos. Mais logo as atenções estarão voltadas para as contas da NVIDIA, após o fecho de Wall Street.”, comenta o analista de mercados da Millennium investment banking, Ramiro Loureiro.

Entre as principais praças europeias, o francês CAC 40 subiu 0,73%, o espanhol IBEX 35 valorizou 1,49%, o alemão DAX aumentou 0,63% e o britânico FTSE 100 terminar a ganhar 0,51%.

O preço do petróleo está a cair nos dois lados do atlântico. Em Nova Iorque, o WTI diminui 0,10% para os 109,66 dólares por barril, enquanto o Brent desvaloriza 0,14% para os 110,54 dólares em Londres.

No mercado cambial, o euro deprecia 0,71% face ao dólar norte-americano, para 1,0658 dólares.

Recomendadas

Wall Street encerra no “verde” em linha com congéneres europeias

Os membros do Comité Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) da Fed reconheceram hoje que os aumentos das taxas de juro podem enfraquecer a economia, apesar de considerarem tais medidas necessárias para desacelerar os aumentos de preços com vista à meta anual de 2%.https://jornaleconomico.pt/noticias/taxas-de-juros-mais-restritivas-podem-ser-necessarias-para-conter-a-inflacao-913562

PSI fecha em alta ligeira ajudado pela subida da EDP Renováveis. Otimismo dominou Europa

O otimismo liderou na Europa, com as empresas de energia e de banca a fecharem em baixa. O IBEX esteve entre as exceções. Em Lisboa a EDP Renováveis ajudou à subida. Já a Galp, a Semapa e o BCP travaram a subida do PSI. Petróleo caiu abaixo dos 100 dólares o barril.

Analistas da XTB no Top 5 do ranking da Bloomberg FX Forecast Accuracy

“A XTB lançou-se com ímpeto para ocupar o 2º lugar na categoria G10 e o 3º lugar na categoria 13 Majors na sondagem global da Bloomberg. Para além disso, a equipa de análise da XTB também provou a sua qualidade de previsões de mercado para os mercados emergentes”, refere a corretora em comunicado.
Comentários