PSI encerra no ‘verde’ com apenas duas cotadas a cair

O BCP derrapou 2,42% para os 0,1490 euros e a Galp recuou 0,13% para os 11,77 euros. Em sentido contrário, quem mais ganhou foi a Semapa (+3,63% para 14,86 euros), seguida da EDP (+2,70% para os 4,64 euros), da EDP Renováveis (+2,54% para os 22,61 euros) e da REN (+2,17% para os 2,585 euros).

A bolsa de Lisboa encerrou esta quinta-feira em terreno positivo ao subir 1,10% para 5.927,23 pontos. Apenas duas cotadas desvalorizaram: o BCP derrapou 2,42% para os 0,1490 euros e a Galp recuou 0,13% para os 11,77 euros.

Em sentido contrário, quem mais ganhou foi a Semapa (+3,63% para 14,86 euros), seguida da EDP (+2,70% para os 4,64 euros), da EDP Renováveis (+2,54% para os 22,61 euros) e da REN (+2,17% para os 2,585 euros).

Ainda acima dos 1% encerraram os CTT e a Jerónimo Martins, que avançaram 1,89% para os 3,24 e 21,60 euros, respetivamente. Grenvolt subiu 1,49% para os 8,15 euros.

A Mota-Engil manteve-se nos 1,232 euros.

Lá fora, as principais praças europeias negociaram em terreno misto. O FTSE 100 desvalorizou 0,19%, enquanto o DAX apreciou 0,65%, o IBEX 35 cresceu 0,55% e o CAC 40 ganhou 0,23%.

Nos outros mercados, o preço do barril de petróleo está a avançar dos dois lados do Atlântico: em Nova Iorque, o WTI aprecia 1,43% para 81,72 dólares, e em Londres o Brent valoriza 0,71% para 87,58 dólares.

No mercado cambial, o euro valoriza 0,93% face ao dólar norte-americano para os 1,0502 dólares.

Recomendadas

Fed conseguiu o esperado milagre de agradar a Wall Street

No dia em que a Reserva Federal deu mostras de moderação no aumento das taxas de juro, o mercado de capitais respondeu pela positiva, como não podia deixar de ser – com o Nasdaq a comandar. Resta saber quanto tempo durará o momento.

EUA: Powell reconhece primeiros sinais de alívio na inflação, mas é “prematuro declarar vitória”

O presidente da Fed afastou cortes de juros este ano, embora admita que a inflação começa a dar sinais de abrandamento. O caminho ainda é longo e a ‘aterragem suave’ continua em cima da mesa, tal como uma taxa terminal abaixo de 5%.

EUA: Reserva Federal abranda ritmo de subida dos juros com mais 25 pontos base

O mercado já antecipava esta decisão, dado o abrandamento da inflação nos últimos meses, mas a mensagem da Fed tem sido agressiva, sinalizando que o processo está ainda longe de concluído.
Comentários