PSI fecha no vermelho com BCP a perder quase 4%

As principais bolsas europeias fecharam em terreno misto, com o FTSE 100 (Reino Unido) a perder 0,28% e o DAX (Alemanha) a desvalorizar 0,03%, enquanto o IBEX 35 (Espanha) ganhou 0,46% e o CAC 40 (França) subiu 0,09%.

O principal índice da bolsa de Lisboa (PSI) fechou a sessão desta quarta-feira no ‘vermelho’, a desvalorizar 0,50%, nos 5.968,13 pontos.

O BCP liderou nas perdas e fechou a desvalorizar 3,78%, com as suas ações a valerem 0,1884 euros, seguido da The Navigator, que perdeu 2,58% para os 3,17 euros, enquanto a EDP Renováveis depreciou 1,21%, para os 21,24 euros. A EDP também terminou a sessão a perder 0,71%, com as suas ações nos 4,75 euros.

Os CTT lideraram nos ganhos e fecharam a valorizar 2,82%, com as suas ações a valerem 3,46 euros, seguidos da Mota Engil, que ganhou 1,76% para os 1,384 euros, enquanto a Galp valorizou 1,19% para os 12,71 euros. A Jerónimo Martins também fechou a sessão a ganhar 0,49%, com as suas ações nos 20,40 euros.

As principais bolsas europeias fecharam em terreno misto, com o FTSE 100 (Reino Unido) a perder 0,28% e o DAX (Alemanha) a desvalorizar 0,03%, enquanto o IBEX 35 (Espanha) ganhou 0,46% e o CAC 40 (França) subiu 0,09%.

O preço do barril de petróleo está a valorizar, com o brent a ganhar 0,64% para os 86,47 dólares e o crude a crescer 0,96% para os 81,22 dólares.

No mercado cambial, o euro está a ter uma valorização de 0,28% face ao dólar, para os 1,0818 euros.

Recomendadas

Inflação: Governos dificultam a missão do BCE? Ouça o podcast “Mercados em Ação”

Estarão os estímulos dos Governos às famílias a prejudicar a tarefa de Christine Lagarde e dos outros líderes dos bancos centrais na árdua tarefa de conter a inflação? Henrique Tomé, analista do XTB, analisa este e outros temas na edição desta semana do programa da plataforma multimédia JE TV.

Grandes petrolíferas dobraram lucros e atingem recorde

Lucros e dividendos a atingirem novos recordes, dívida a reduzir e investimento a aumentar. Grandes petrolíferas ocidentais registaram um bom ano de 2022.

Dow, S&P 500 e Nasdaq na ‘linha de água’ em dia de resultados importantes

Os três principais índices da bolsa nova-iorquina arrancaram a sessão tímidos esta quarta-feira, que ainda reserva resultados de algumas das cotadas. A ajudar: o presidente da Fed, Jerome Powell, deu sinais de um abrandamento da inflação, o que poderá sinalizar uma mudança na política monetária.
Comentários