PSI inicia sessão em terreno negativo. EDP Renováveis perde mais de 3%

A EDP Renováveis cai 3,04% para 20,75 euros, seguida da holding, que perde 1,59% para 4,33 euros. Ainda no mercado da energia, a Greenvolt recua 1,79% para 7,66 euros e a Galp perde 0,28% para 10,50 euros.

A bolsa de Lisboa iniciou a penúltima sessão da semana em terreno negativo, estando a cair 1,06% para 5.673,54 pontos, penalizada sobretudo pelas principais cotadas do sector energético.

A EDP Renováveis cai 3,04% para 20,75 euros, seguida da holding, que perde 1,59% para 4,33 euros. Ainda no mercado da energia, a Greenvolt recua 1,79% para 7,66 euros e a Galp perde 0,28% para 10,50 euros.

Ainda a negociar no vermelho estão a Mota-Engil e a Jerónimo Martins, que perdem 0,80% para 1,238 euros e 0,29% para 20,70 euros, pela mesma ordem.

A Corticeira Amorim e a Altri são as únicas cotadas com desempenho positivo, estando a subir 0,53% para 9,48 euros e 0,09% para 5,75 euros, respetivamente.

O sentimento negativo é geral nos mercados europeus. O espanhol IBEX cai 1,53% para 7.846,68 pontos, o francês CAC cai 0,99% para 6.214,51 pontos, o alemão DAX recua 0,99% para 13.124,84 pontos e o britânico FTSE desvaloriza 0,77% para 7.089,20 pontos, horas antes de o banco central reunir para decidir quanto aos juros diretores.

No mercado petrolífero, o brent cai 1,26% para 94,95 dólares por barril e o crude perde 1,51% para 88,64 dólares.

Recomendadas

Musk tinha um plano para o Twitter? Veja as escolhas da semana no “Mercados em Ação”

Conheça as escolhas da semana do programa da plataforma multimédia JE TV numa edição que contou com a análise de Nuno Sousa Pereira, head of investments da Sixty Degrees.

PSI encerra no ‘vermelho’ em contra ciclo com a Europa

Lá fora, as principais praças europeias negociaram maioritariamente em terreno positivo. O FTSE 100 valorizou 0,32%, o CAC 40 ganhou 0,08%, e o DAX apreciou 0,01%. O espanhol IBEX 35 manteve-se estável.

Bolsa de Lisboa segue sessão no ‘verde’ em linha com principais bolsas europeias

O preço do barril de petróleo está a valorizar, com o brent a ganhar 1,69% para os 86,78 dólares e o crude a subir 2,42% para os 79,83 dólares.
Comentários