PSI mantém-se no ‘vermelho’ em linha com a generalidade das praças europeias

O sentimento negativo é transversal às restantes praças europeias. O alemão DAX cai 0,78% para 12.572,23 pontos, o britânico FTSE desce 0,98% para 7.017,90 pontos, o espanhol IBEX cai 1,45% para 7.584,62 pontos e o francês CAC perde 0,66% para 5.999,70 pontos. 

A bolsa de Lisboa negoceia no ‘vermelho’ a meio da sessão desta quarta-feira, estando a perder 1,45% para 5.446,59 pontos, penalizada sobretudo pelo desempenho da Greenvolt e da Mota-Engil.

A empresa liderada por João Manso Neto perde 3,15% para 8,30 euros e, ainda nas energéticas, a EDP Renováveis cai 1,45% para 21,93 euros, a EDP perde 1,18% para 4,51 euros e a Galp recua 0,44% para 10,27 euros.

A Mota-Engil cai 5,11% para 1,074 euros, a Jerónimo Martins recua 2,45% para 19,12 euros e o BCP perde 1,21% para 0,1309 euros.

O sentimento negativo é transversal às restantes praças europeias. O alemão DAX cai 0,78% para 12.572,23 pontos, o britânico FTSE desce 0,98% para 7.017,90 pontos, o espanhol IBEX cai 1,45% para 7.584,62 pontos e o francês CAC perde 0,66% para 5.999,70 pontos.

No mercado petrolífero, o brent cai 0,35% para 91,48 dólares e o crude recua 0,58% para 86,02 dólares.

 

 

Em atualização

Recomendadas

Wall Street fecha instável em face da provável recessão

A indefinição está a marcar a economia interna dos Estados Unidos. sabe-se que haverá uma recessão, mas os seus contornos em termos de profundidade e duração não são claros. E o mercado mobiliário parece não gostar disso.

Há quem queira fugir à regulação do mercado criptoativo, alerta responsável europeia

A regulação deverá chegar no espaço de um ano, diz a comissária europeia para os serviços financeiros. Mas há ‘players’ do mercado que escolhem deliberadamente jogar contra as regras, avisa. A abordagem deve ser “global”.

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.
Comentários