PSI tomba para o ‘vermelho’, em linha com a Europa

Lá fora, as principais praças europeias negociaram no ‘vermelho’ pressionadas por pressões nos preços do produtor alemão. O CAC 40 perde 0,79%, o DAX desce 0,69%, o IBEX 35 recua 0,64% e FTSE 100 desvaloriza 0,11%.

A bolsa de Lisboa segue a meio da sessão desta terça-feira em terreno negativo ao cair 0,31% para os 5.818,57 pontos, contrariando a tendência positiva de abertura. A liderar as perdas estão os CTT (-1,94% para 3,03 euros) e a Mota-Engil, que desvaloriza 1,84% para os 1,176 euros.

A recuar, segue-se a Corticeira Amorim (-1,32% para 9,71 euros), a The Navigator (-1,27% para 3,57 euros), e a Greenvolt, que deprecia 1,11% com as suas ações a valer 8,92 euros.

Em sentido inverso, é a NOS que ganha nesta sessão (1,76% para 3,59 euros), seguida do BCP (0,42 para 0,1447 euros) e da Jerónimo Martins, que avança 0,09% para 22,62 euros.

A Galp e a Semapa permanecem intactas nos 9,92 e 13,12 euros, respetivamente.

Lá fora, as principais praças europeias negociaram no ‘vermelho’. O CAC 40 perde 0,79%, o DAX desce 0,69%, o IBEX 35 recua 0,64% e FTSE 100 desvaloriza 0,11%.

Nos outros mercados, o preço do barril de petróleo, em Nova Iorque, o WTI está a recuar 0,08% para os 85,31 dólares, mas o Brent avança 0,16% para os 92,16 dólares em Londres.

“Os principais índices de ações europeus inverteram o sentimento positivo da abertura e negoceiam agora em baixa. A revelação de que os preços no produtor alemão acentuaram inesperadamente o ritmo de subida em agosto vem trazer pressão adicional a montante da cadeia e novos receios de que a inflação se torne mais persistente e difícil de combater. Desta forma é natural que os investidores adotem uma postura mais defensiva, numa semana em que se aguardam pelas decisões de política monetária do Banco de Inglaterra (na quinta-feira) e em especial da Fed, já amanhã”, refere o analista do Millenium Investment Banking, Ramiro Loureiro.

No mercado cambial, o euro desvaloriza 0,19% face ao dólar norte-americano para os 1,0003 dólares.

Recomendadas

PremiumMercado recupera dos mínimos de setembro

Outubro inicia com ganhos das ações, alicerçados na queda dos juros, confiantes num abrandamento dos bancos centrais.

“A Reserva Federal tem corrido atrás do prejuízo”. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.
Comentários