PSI20 fecha a ganhar 0,4% em linha com a Europa

O principal índice da bolsa portuguesa (PSI20) encerrou a sessão de hoje a valorizar 0,39% para 5.207,67 pontos, acompanhando a tendência positiva dos mercados europeus de referência. Das 18 cotadas que atualmente integram o PSI20, nove subiram, uma ficou inalterada face à cotação da véspera (a Semapa, nos 9,563 euros) e as restantes oito recuaram. […]

O principal índice da bolsa portuguesa (PSI20) encerrou a sessão de hoje a valorizar 0,39% para 5.207,67 pontos, acompanhando a tendência positiva dos mercados europeus de referência.

Das 18 cotadas que atualmente integram o PSI20, nove subiram, uma ficou inalterada face à cotação da véspera (a Semapa, nos 9,563 euros) e as restantes oito recuaram.

A Portugal Telecom (PT) liderou as subidas, avançando 3,37% para 1,442 euros, seguida pela Impresa, que cresceu 2,63% para 0,975 euros, e pela EDP, um dos títulos com maior ponderação sobre o PSI20, que ganhou 1,71% para 3,399 euros.

Seguiram-se-lhe o Banif (+1,49% para 0,0068 euros), a EDP Renováveis (+1,26% para 5,39 euros) e o Banco BPI (+0,92% para 1,535 euros).

A Ren (+0,72% para 2,528 euros), a Portucel (+0,44% para 2,993 euros) e a Altri (+0,22% para 2,329 euros) fecharam o lote de valorizações.

Pela negativa, nota para a Mota-Engil, que recuou 6,30% para 2,973 euros.

A Teixeira Duarte perdeu 1,28% para 0,771 euros e a operadora NOS baixou 0,56% para 4,971 euros.

Já a Galp Energia e a Jerónimo Martins, os outros dois pesos pesados do PSI20, a par da EDP, desvalorizaram 0,46% para 9,762 euros e 0,29% para 8,47 euros, respetivamente.

A lista das quedas fecha com os recuos da Sonae (-0,18% para 1,104 euros), do BCP (-0,12% para 0,817 euros) e dos CTT (-0,1% para 7,682 euros).

No resto da Europa, os ganhos variaram entre os 0,08% de Paris e os 1,24% de Madrid. A praça inglesa foi a exceção, com Londres a registar uma queda de 0,29%.

OJE/Lusa

Recomendadas

Libra esterlina cai para o nível mais baixo de todos os tempos

A queda aconteceu depois de o ministro das Finanças Kwasi Kwarteng ter anunciado cortes históricos de impostos, e o maior aumento no endividamento desde 1972.

Rentabilidade da dívida europeia sobe após eleições em Itália

De acordo com dados de mercado recolhidos pela agência espanhola Efe, às 08:15, o título alemão a dez anos, considerado o mais seguro da Europa, também subia 3%, para 2,087%.

PSI no ‘vermelho’ em manhã mista na Europa. BCP derrapa mais de 3%

A bolsa de Lisboa iniciou a semana em terreno negativo, estando a cair 0,33% para 5.469,45 pontos, pressionada sobretudo pelo BCP. O banco liderado por Miguel Maya derrapa 3,15% para 0,1323 euros, a Mota-engil perde 1,27% para 1,088 euros e os CTT recuam 0,76% para 2,60 euros. O sector energético está em queda, com a […]