PSI20 negoceia no negativo. Bolsas europeias estão no ‘verde’

As grandes retalhistas nacionais encontram-se a negociar no ‘vermelho’, com a Sonae a perder 0,42% e a Jerónimo Martins a depreciar 0,40%. Em terreno positivo apenas se destaca o grupo EDP a crescer mais de 0,30%.

A bolsa portuguesa (PSI20) está, neste momento, a negociar em terreno negativo. O PSI 20 abre a recuar 0,06% para 5,448.32 pontos.

No ‘vermelho’, a Ramada é a cotada que mais perde na abertura ao cair 0,57% para 7,02 euros. A Sonae recua 0,42% para 0,95 euros, a Jerónimo Martins desce 0,40% para 20,08 euros e a Corticeira Amorim desliza 0,38% para 10,46 euros. O BCP derrapa 0,22% para 0,13 euros e a Galp cede 0,19% para 8,42 euros.

Em terreno positivo está a Pharol a somar 1,91% para 0,08 euros, seguindo-se a Navigator a ganhar 0,43% para 3,30 euros. A EDP cresce 0,40% para 4,78 euros, a Altri sobe 0,38% para 5,23 euros, a EDP Renováveis valoriza 0,37% para 21,72 euros e a Mota-Engil soma 0,88% para 1,26 euros.

As bolsas europeias estão a negociar positivamente à abertura desta quarta-feira. O alemão DAX cresce 0,06%, o francês CAC 40 soma 0,17%, o espanhol IBEX 35 valoriza 0,07%, o britânico FTSE 100 sobe 1,23% e o italiano ganha 1,57%. O Euro Stoxx abre a sessão a somar 0,06% para 4.177,65 pontos.

No mercado petrolífero, o barril de Brent sobe 0,27%, para 74,16 dólares, enquanto o WTI valoriza 0,38% para 71,39 dólares. Esta quarta-feira, o preço do gás natural voltou a subir, estando agora a negociar no ‘verde’ ao ganhar 6,22% para 3,893 dólares.

No mercado cambial, o euro perde 0,11% face ao dólar, para 1,1271 dólares, e a libra esterlina soma 0,09% para 1,3276 dólares.

Recomendadas

OPEP+ decide baixar a sua oferta de petróleo em dois milhões de barris diários

A redução da produção de petróleo anunciada esta quarta-feira corresponde ao maior corte na oferta desde maio de 2020. Decisão deverá irritar administração Biden e levar a resposta dos EUA, diz nota de mercado do Citi.

A queda da libra e a bolsa brasileira. Veja os gráficos da semana no “Mercados em Ação”

Veja os destaques na rubrica “Gráficos da Semana”, da responsabilidade de Marco Silva, consultor de estratégia e investimento, no programa que contou com a análise de Nuno Sousa Pereira, Head of Investments da Sixty Degrees.

OPEP+ está a equacionar corte de produção de até 2 milhões de barris por dia

Reunião de hoje em Viena. A OPEP+ está a equacionar um corte de produção de até 2 milhões de barris por dia.
Comentários