PSI20 perde 0,21% com BPI e Portugal Telecom a liderarem as quedas

O PSI20, principal índice da bolsa de Lisboa, encerrou hoje a sessão a perder 0,21% para 4.869,89 pontos, com o BPI e a Portugal Telecom a liderarem as perdas. Das 18 cotadas que atualmente integram o PSI20, dez ficaram em terreno negativo e oito em terreno positivo. As maiores perdas foram para o BPI com […]

O PSI20, principal índice da bolsa de Lisboa, encerrou hoje a sessão a perder 0,21% para 4.869,89 pontos, com o BPI e a Portugal Telecom a liderarem as perdas.

Das 18 cotadas que atualmente integram o PSI20, dez ficaram em terreno negativo e oito em terreno positivo.

As maiores perdas foram para o BPI com um recuo de 3,15% para 1,015 euros e para o ‘peso pesado’ Portugal Telecom, que caiu 2,18% ficando a valer 0,98 euros.

Ainda no setor bancário, o Banif recuou 1,59% para 0,0062 euros e o BCP 0,14% para os 0,071 euros.

Na energia, a Galp cedeu 2,13% para 8,70 euros, a EDP Renováveis perdeu 0,73% para 5,41 euros e a REN recuou 0,04% para 2,45 euros. Já a EDP avançou 0,16% para 3,21 euros.

Ainda do lado das quedas, a Sonae depreciou 0,58% para 1,03 euros, a Impresa deslizou 0,54% para 0,91 euros e a Jerónimo Martins caiu 0,05% para 8,22 euros.

Pela positiva, fecharam as ações da Mota-Engil que subiram 7,74% para 2,74 euros, um dia depois de a empresa ter anunciado a adjudicação de novos projetos em África, no valor de 420 milhões de euros.

A Semapa subiu 2,81% para 9,98 euros, a Teixeira Duarte avançou 2,02% para 0,70 euros e a Portucel apreciou 1,81% para 3,03 euros.

Altri, CTT e Nos registaram ganhos que oscilaram entre os 1,22% e os 0,27%, respetivamente.

Na Europa, os ganhos oscilaram entre os 0,08% em Madrid e os 0,81% em Frankfurt. As praças europeias foram impulsionadas pela recuperação do petróleo e pela subida do rublo.

OJE/Lusa

Recomendadas

BCP cai 5% e arrasta Bolsa de Lisboa para terreno negativo numa Europa mista

“O índice nacional esteve pressionado pela queda de 5% do BCP, numa sessão onde o setor Bancário demonstrou a pior performance na Europa”, escreveu o analista do Millennium BCP, Ramiro Loureiro, na sua análise de fecho de mercados.

CMVM publica cinco decisões de contraordenação, incluindo a coima de 75 mil euros à Orey Antunes

Na base das decisões da CMVM estão três processos por violação de deveres de atuação dos auditores. O processo contra a Orey Antunes por não ter divulgado os documentos de prestação de contas anuais e um processo por violação de deveres dos intermediários financeiros.

Wall Street abre a terceira sessão da semana com perdas ligeiras

A Lyft, concorrente da Uber, é um dos títulos em destaque, depois de anunciar que congelou todas as contratações nos Estados Unidos até ao final do ano, no âmbito de um corte de custos para controlar o impacto da inflação. As ações da plataforma de transporte reagem pela positiva.