PSP Madeira alerta para burlas e pede a população para desconfiar de contactos que peçam pagamentos

Em causas estão burlas relativas à aquisição de serviços móveis e ainda a aluguer de residência para férias.

A PSP Madeira alertou para burlas efetuadas por via telefónica, informática, em os cidadãos são confrontados a efectuar pagamentos para serviços e aluguer de residência para férias. A força de segurança refere à população para desconfiar de qualquer contacto em que seja convidado a efetuar pagamentos, optando por contactar sempre as operadoras ou empresas com os quais tem contratos.

Na burla, explica a força de segurança, o burlão propõe a compra de equipamento telefónico a “preços muito vantajosos”, e alega uma suposta dívida a serviços contratualizados com a operadora, sinalizando transferências bancárias fictícias para a conta do cidadão pedindo a sua devolução.

A PSP diz ainda que tem recebido denúncias de contactos em que o cidadão é convidado quer por um proprietário, ou responsável de um imóvel, a sinalizar com dinheiro uma habitação para férias no Continente.

Recomendadas

Câmara do Funchal anuncia lançamento de plataforma para acompanhamento de licenciamentos urbanísticos

O presidente da autarquia quer também “desburocratizar o sistema” e aproximar os arquitetos da “realidade pública”.

Madeira promove formação para resposta a cenários de catástrofe

Esta edição do curso vai formar mais de 160 profissionais de diferentes áreas da Região Autónoma da Madeira.

Madeira é a terceira região do país com menor oferta para arrendamento abaixo dos 750 euros

Na Madeira 20% da oferta para arrendamento está abaixo dos 750 euros por mês, numa lista liderada por Lisboa (5%). No Porto a percentagem fica em 19%.
Comentários