PSP procura jovem que usou fardamento policial no metro de Lisboa

A PSP avisa que o uso indevido de peças de fardamento policial pode constituir crime.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) iniciou diligências com vista a identificar uma cidadã que usou um polo da PSP no metro de Lisboa. A polícia quer saber se a jovem pertence à PSP, ou saber onde obteve o fardamento.

A fotografia que anda a ser partilhada nas redes sociais mostra uma jovem a usar um polo antigo da PSP numa carruagem do metro de Lisboa.

“Foram, de imediato, iniciadas diligências de identificação da cidadã, no sentido de confirmar se pertence ou não ao nosso efetivo e averiguar onde obteve o fardamento e/ou se eventualmente se pode tratar de contrafação”, disse a PSP.

A polícia também alerta que o “uso de peças de fardamento policial, mesmo que antigo (como este), não é permitido, podendo constituir crime”.ss

Recomendadas

OE2023. Maioria dos empresários defende mexidas no IRS

Inquérito da consultora EY conclui que mais de 90% dos empresários defende alterações no IRS para mitigar efeitos da inflação – essencial para suportar o consumo privado. Empresas continuam a dar nota negativa ao sistema fiscal português e face à crise energética sinalizam como medidas prioritárias a descida do IRC e do IVA sobre todos os escalões de consumo de eletricidade consideradas.

OE2023: Conselho de Ministros extraordinário discute documento na terça-feira

O Governo discute em Conselho de Ministros extraordinário na terça-feira a proposta de Orçamento do Estado para 2023, numa reunião que marca o começo do processo de aprovação do documento, que é entregue ao parlamento na segunda-feira.

Mercado Automóvel em Portugal cai 34,7% até setembro

Apesar do mercado automóvel ter caído entre janeiro e setembro, foram matriculados mais 12,8% automóveis no mês passado do que em período homólogo de 2021.
Comentários