VanMoof: bicicletas elétricas inteligentes  

As bicicletas elétricas inteligentes da Vanmoof podem ser configuradas na App: assistência do motor e comportamento com base no tipo de piso.

 

A VanMoof é uma marca holandesa de bicicletas elétricas inteligentes com uma autonomia de 150 quilómetros. 

A configuração destas bicicletas é feita na App. Por exemplo, a definição do nível de assistência do motor, a iluminação e o comportamento com base no tipo de piso. 

Diferenciando-se pelo design (venceu prémios Red Dot em 2020 e 2022), as bicicletas incluem dois anéis de luzes no guiador que mostram indicadores dos níveis da bateria e da velocidade de deslocação. 

O condutor pode também acoplar o smartphone ao guiador e, através da aplicação, ver informações exatas de velocidade, há quanto tempo está a pedalar ou a distância para o destino.

Para evitar roubos, as bicicletas têm​ um sistema de bloqueio rápido, bastando carregar num botão. Quando o condutor se aproxima com o smartphone o sistema desbloqueia-se automaticamente.

A inteligência desta bicicleta estende-se também a sensores que analisam a qualidade do ar para  recomendar rotas com menor presença de CO2. 

A oferta inclui 4 modelos de bicicletas, com o preço a partir de 2.500 euros. A VanMoof tem um modelo de venda direta online, permitindo agendar no site um test-ride. 

A empresa disponibiliza também serviços de manutenção (298 euros por três anos) e de assistência em caso de roubo da bicicleta (348 euros por três anos)

Desde que foi fundada, a VanMoof já captou 189 milhões de dólares.

 

Artigo original publicado em SuperToast by INSTINCT.
Também disponível em Newsletter e Podcast.

Recomendadas

TAP: PS esclarece que viabilizará proposta de inquérito do BE com abstenção

O Grupo Parlamentar do PS esclareceu que viabilizará a proposta de inquérito parlamentar do Bloco sobre a TAP através da abstenção, corrigindo a posição assumida pelo deputado Carlos Pereira.

EDP já instalou mais de 700 mil painéis solares nas casas de famílias na Ibéria

A EDP explica que “estas famílias conseguem uma poupança média de até 30% ou mesmo 70% quando agregado a uma bateria de armazenamento. A produção de energia gerada nestas instalações seria suficiente para abastecer com energia renovável 500 mil pessoas por mês, o equivalente a fornecer apenas com energia solar toda a população de Lisboa”.
litio

Lítio: Comissão de Avaliação dá parecer favorável à mina em Montalegre

A Lusorecursos Portugal Lithium confirmou um parecer favorável por parte da Comissão de Avaliação da Mina do Romano, que dá luz verde à exploração mista de lítio (céu aberto e subterrânea) em Montalegre.
Comentários