Qual será o futuro dos seguros?

Um cliente mais informado é mais exigente, quer melhores serviços e coberturas mais ajustadas às suas necessidades. Para responder a todos estes desafios, as seguradoras terão de adaptar-se para estar ao ritmo da transformação digital. Com o objetivo de promover a partilha de experiências e o debate destes temas específicos do setor segurador, a msg life convidou Emmanuel Leseueur, Responsável de Marketing da Tranquilidade e Luís Prazeres, Administrador na AdvanceCare para contribuir com a sua expertise e perspetiva quanto ao que serão os desafios atuais e futuros das seguradoras.

Recomendadas

Fitch Rating antecipa ano desastroso para o sector imobiliário

Os países que preferiram as taxas variáveis e permitiram um forte aumento do preço das casas estão especialmente vulneráveis à inflação e à queda da procura. Portugal não faz parte do estudo, mas tem tudo para fazer parte do pior cenário.

Revolut nomeia Elisabet Girvent para responsável de vendas em Espanha e Portugal

O seu objetivo passa por continuar a expandir os serviços da Revolut Business na região. A Revolut Business é o serviço bancário empresarial da Revolut. Esta solução encontra-se em funcionamento desde 2017 e foi concebida para atender às necessidades de start-ups, PME familiares e grandes empresas tecnológicas.

Noção de mercados emergentes na banca está morta, diz Mckinsey. Ásia concentra crescimento

Os bancos na Ásia-Pacífico podem ganhar com uma perspectiva macroeconómica mais forte, enquanto que os bancos europeus enfrentam uma perspectiva mais sombria. “No caso de uma longa recessão, estimamos que a rendibilidade dos bancos a nível mundial possa cair para 7% até 2026 e para baixo dos 6% nos bancos europeus”, diz a Mckinsey.
Comentários