PremiumQual vai ser o ‘estilo’ de Lagarde no BCE?

A francesa que sucedeu a Mario Draghi diz ter um “estilo próprio” e já pediu que não façam comparações

Nem falcão, nem pomba. A nova presidente do Banco Central Europeu (BCE) quer romper com as tradicionais divisões sobre política monetária que têm marcado Frankfurt e assumiu que a ambição é ser uma ‘coruja’, “associada à sabedoria”.

A francesa que sucedeu a Mario Draghi diz ter um “estilo próprio” e já pediu que não façam comparações. “Não cruzem referências. Irei ser eu própria e por isso diferente”, disse. Mas será difícil apagar a marca do italiano que ficará para a história da zona euro como o homem que salvou a moeda única e enfrentou a tarefa de liderar a política monetária durante a crise das dívidas soberanas.

Ainda assim, a falta de experiência em bancos centrais não impediu Lagarde de se tornar a primeira mulher a sentar-se na cadeira de presidente do BCE, com um trunfo que todos esperam ser útil: trazer o peso político que faltava ao banco central, na busca de uma União Bancária que teima em não se concretizar.

Para já, herda não só um novo pacote de estímulos, com taxas de juro negativas e o reiniciar de um novo programa de Quantitative Easing, como um banco central dividido sobre a decisão. O desafio a que se propôs arranca já em janeiro: a revisão estratégica do BCE. Defendendo que esta deve ser “abrangente” e construída pouco a pouco, sinalizou que “o enorme desafio das alterações climáticas” e da desigualdade deve ser integrada na revisão estratégica, mas garantiu que irá analisar todas as ferramentas que Frankfurt tem à sua disposição.

A questão em aberto é se esta revisão passará também pela redefinição das metas de inflação, atualmente fixada em abaixo mas próximo de 2%.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumMemórias pessoais e transmissíveis

Mas os diários da minha tia Gália eram de um tipo muito específico: à medida que os lia, a sua textura peculiar — que se assemelhava sobretudo a uma rede de pesca de malha grande — tornava‑se cada vez mais enigmática e interessante.

PremiumGeorge Clooney e o Speedmaster ’57

Coincidindo com o 65º aniversário da linha Speedmaster, a coleção completa Omega Speedmaster ’57 inclui agora oito novos modelos.

PremiumBiografia de Lula Inácio da Silva

Para lá das emoções que provoca, positivas ou negativas, Lula da Silva está entre as maiores figuras políticas da história do Brasil. Oriundo da classe operária, opositor ativo e convicto de uma ditadura militar que sufocou a sociedade e a economia brasileiras entre 1964 e 1985, a sua história e as suas lutas confundem-se com as de um povo que, por duas vezes, o elegeu presidente da nação.
Comentários