Quatro empresas portuguesas no programa TechShare da Euronext

São quatro as empresas portuguesas selecionadas para o programa TechShare: a GoParity, a iLoF, a Watgrid e a Zumub. A Euronext lançou a edição 2023 dos programas pré-IPO TechShare e IPOready para ajudar as empresas a irem para a bolsa.

A Euronext lançou a edição 2023 dos programas pré-IPO TechShare e IPOready. São quatro as empresas portuguesas selecionadas para o programa TechShare, a GoParity; a iLoF; a Watgrid; e a Zumub.

Segundo a Euronext Lisbon, os parceiros que se associam este ano à bolsa para dar formação a estas empresas, em grupo e em sessões individuais, ao longo de seis meses, para as preparar para um eventual IPO são o CaixaBank BPI; o escritório de advogados Morais Leitão; a auditora PwC e a consultora de comunicação CV&A Consultores.

Estas empresas portuguesas irão juntar-se a mais 140 com origem em 16 países europeus. Os países representados são Bélgica, Bulgária, Chipre, Chequia, Dinamarca, Estónia, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, Espanha, e Reino Unido. “Esta adesão confirma a posição da Euronext como o mercado de escolha na Europa para empresas tecnológicas”, revela a plataforma pan-europeia de bolsas europeias (incluindo a Bolsa de Lisboa).

Em comunicado, a infraestrutura pan-europeia líder de mercado anunciou “o lançamento da edição de 2023 dos seus programas pré-IPO de sucesso TechShare e IPOready. Estes programas educativos apoiam as empresas europeias que consideram uma cotação num dos mercados Euronext, nos próximos anos”.

A grande maioria das empresas participantes no TechShare e no IPOready opera no setor de tecnologia. Há empresas de  tecnologia geral (71%), de healthtech (15%), de cleantech (9%), e também negócios tradicionais (5%).

“Os participantes têm um perfil corporativo maduro, gerando receitas anuais de aproximadamente 29 milhões de euros em média, e empregam mais de 20 mil pessoas. Os participantes levantaram 26 milhões de euros, em média, desde a sua criação. A maioria é atualmente apoiada por fundos de private equity ou venture capital”, revela a Euronext.

Com mais de 1.900 empresas cotadas nos seus mercados, das quais mais de 1.500 PME, a que corresponde um valor de 6,3 biliões de euros em capitalização bolsista agregada, a Euronext é, hoje o maior operador bolsista da Europa em termos de capitalização bolsista agregada.

A Euronext NV lembra que mais de 750 empresas de tecnologia estão cotadas na Euronext, representando 1,1 biliões de euros em capitalização bolsista agregada.

Em 2022, a Euronext recebeu 83 novas admissões de ações – metade das quais realizadas por empresas de tecnologia – a que corresponde uma capitalização bolsista agregada de 23 mil milhões, tendo sido levantados 3,8 mil milhões de euros.

A empresa pan-europeia revela que mais de 680 alumni [ex-alunos] participaram nas oito edições do programa educacional pré-IPO TechShare da Euronext. Dos 21 ex-alunos quem entretanto, foram admitidos à negociação, três foram cotados nos mercados da Euronext em 2022, a Civitanavi Systems (34 milhões de euros levantados em fevereiro de 2022); o Yolo Group (10 milhões de euros levantados em agosto de 2022); e a E-Novia (15 milhões de euros levantados em dezembro de 2022).

Os programas pré-IPO fazem parte do compromisso da Euronext em apoiar o setor tecnológico europeu.

Stéphane Boujnah, CEO e Presidente do Conselho de Administração da Euronext N.V. disse sobre a edição TechShare e IPOready que “com este programa, as empresas têm a oportunidade de se familiarizarem com o processo de IPO bem antes de uma possível admissão nos mercados Euronext”.

“Além do benefício de se preparar para um potencial IPO do ponto de vista prático, a participação nos programas pré-IPO da Euronext oferece a inclusão em uma forte rede de empreendedores que a Euronext continuará a apoiar na sua jornada de crescimento ao longo dos anos”, conclui.

A partir do final de janeiro de 2023, os 140+ participantes iniciarão o seu percurso de aprendizagem sobre a jornada para um IPO através de um programa de formação de seis meses, estruturado em vários módulos principais e complementares.

Ao longo do programa de formação, gestores destas empresas europeias que atuam nas indústrias de life sciences, cleantech e TMT conduzirão sessões dedicadas e workshops em grupo. “Nestas sessões serão abordados tópicos como mentalidade empreendedora, liderança e crescimento, expansão internacional, atração de talentos e controlo de gestão. No total, mais de 80 parceiros especialistas do ecossistema financeiro na Europa contribuirão para as sessões de formação”, revela a Euronext.

Recomendadas

Premium“Vamos continuar a trabalhar as duas marcas em separado”

Neves e Almeida e CEGOC vão trabalhar em autonomia e com equipas de gestão próprias, mantendo a identidade de cada marca.

Moçambique/Ataques: TotalEnergies pede avaliação a especialista humanitário

A petrolífera quer saber se há condições para retomar o projeto de exploração de gás que estava a construir na região.

CP alerta para perturbações na circulação entre 8 e 17 de fevereiro devido a greves

A empresa indicou também que a informação será atualização, caso venham a ser definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral.
Comentários