Emprego: Que cursos vão ter mais saída daqui a 3 anos?

A programação destaca-se como a maior área de emprego, mas todas as profissões relacionadas com dados estarão em forte alta num futuro próximo.

Universidade Aveiro

Que cursos vão ser mais procurados pelo mercado daqui a três anos? Procurar resposta para a pergunta já hoje poderá ajudar em muito o jovem que vai entrar no ensino superior no próximo ano letivo. O que interessa, agora, é perceber as exigências do mercado quando o hoje jovem candidato sair da universidade ou do politécnico com o canudo debaixo do braço. A empregabilidade é um fator a considerar na escolha do curso. Outro fator, igualmente decisivo, é a paixão. 

O Jornal Económico falou com José Paiva, co-fundador da Landing.jobs sobre as tendências do mercado nos próximos anos. A Landing.jobs, que organiza a iniciativa Landing.festival, opera no mercado de recrutamento tech em sete países: Alemanha, Reino Unido, Espanha, Itália, Holanda e Portugal.

Que profissões vão ter mais saída daqui a 3 anos?

Os programadores vão ser a profissão onde irá existir maior volume de procura pela sua dimensão no mercado de TI (tecnologias de informação). No entanto, no que diz respeito ao nível de crescimento exponencial da procura destaco as profissões relacionadas com dados: Data Arquitect (para construir os grandes repositórios de dados), Data Analyst (para analisar esses repositórios), Data Scientist (para criar modelos previsionais com a informação existente) e Data Security.

Quais são as áreas das novas tecnologias com mais escassez?

Todas as áreas novas onde existe défice ao nível da formação de profissionais, como por exemplo: Artificial Intelligence, Data Scientist, Internet-of-things.

Como se pode um jovem candidatar?

Existem soluções no mercado, como a Landing.jobs, que são orientados ao candidato e têm como missão ajudá-lo a encontrar a oportunidade de emprego que mais se adequa aos seus interesses.

Qual a tendência em termos de subida das remunerações?

As remunerações em Portugal vão ter um crescimento considerável. Diria que serão entre 15% a 30% nos próximos 3 anos.

Consulte aqui o calendário do Concurso Nacional de Acesso ao ensino superior público 2017.

Recomendadas

Respostas Rápidas: como deve investir a pensar na reforma?

Com uma estrutura demográfica cada vez mais envelhecida, as dúvidas em torno da sustentabilidade da Segurança Social no médio-prazo reforçam o papel da poupança privada no rendimento dos portugueses em reforma, pelo que importa compreender os vários instrumentos financeiros ao seu dispor.

Respostas rápidas: é assim que pode ir para a reforma antes dos 66 anos e sete meses

Não tem 66 anos e sete meses, mas quer ir para a reforma? Há vários regimes que permitem a antecipação da pensão de velhice. O Jornal Económico explica, com base num guia do ComparaJá.

Respostas Rápidas: como pode aceder ao complemento solidário para idosos ou outras pensões?

A propósito do Dia Internacional do Idoso e dado o envelhecimento cada vez maior da sociedade portuguesa, importa compreender como podem os contribuintes aceder a vários apoios disponibilizados pela Segurança Social.
Comentários