Quem é António Domingues?

Tem uma vasta experiência no setor bancário e, entre os amigos, há quem diga que lida bem com a polémica. Gosta de vela, filosofia e música clássica.

Cristina Bernardo

Nascido na freguesia de Sabadim, concelho de Arcos de Valdevez, António Domingues deixa a CGD com uma das lideranças mais breves de sempre: assumiu a presidência do Conselho de Administração do banco público no dia 31 de agosto, depois de quase três décadas no BPI. O 23.º presidente da administração da CGD saiu agora sem conseguir dar início ao processo de aumento de capital do banco público.

O banqueiro, 60 anos, é licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia de Lisboa. Na sua carreira, o banqueiro já tinha sido administrador não executivo da NOS, vogal do Conselho de Administração da PT Multimédia e ZON Multimédia, diretor central da Direção Financeira do Banco Português de Investimento e membro da Comissão Executiva do Banco Português de Investimento.

Foi também diretor do Departamento de Estrangeiro do Instituto Emissor de Macau e técnico assessor do Departamento de Estrangeiro do Banco de Portugal.

Casado e com um filha, gosta de praticar vela, ler História e Filosofia, de preferência autores gregos e ouvir música clássica e jazz. O gestor “lida bem com a polémica”, disse um amigo ao Jornal de Negócios, num perfil publicado dia 31 de agosto.

Relacionadas

CGD: O que falhou na presidência de António Domingues?

António Domingues começou por ver o estatuto do gestor público alterado de modo a que pudesse receber um salário de 423 mil euros por ano (mais de 30 mil euros por mês) na CGD. Mas acaba por ficar 4 meses sem que consiga recapitalizar e reestruturar a Caixa.

Marques Mendes diz que António Domingues se sentiu ofendido com a lei aprovada

Entre sexta-feira e hoje domingo houve várias tentativas no sentido de ver se António Domingues recuava na decisão.
Recomendadas

FMI estima que a espiral de salários-preços ainda é um “risco limitado”

A ausência de uma espiral preços-salários não deve levar os líderes a não agirem para combater a inflação persistente, considera ainda o Fundo Monetário Internacional.

Compra de carros de luxo pela TAP “é um problema de bom senso”, diz Marcelo Rebelo de Sousa

“Já falei em relação a várias entidades públicas no passado e em relação à distribuição de dividendos e em relação aos salários e entendo que quando se está num período de dificuldade deve fazer-se um esforço para dar o exemplo de contenção”, defendeu hoje Marcelo Rebelo de Sousa.

Albergaria investe 3,7 milhões de euros na zona industrial para captar investimento e criar emprego

O município “tem realizado um forte investimento no desenvolvimento económico, dinamizando o sector empresarial e a economia local” nos últimos anos, segundo António Loureiro, Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha.
Comentários