Quer trabalhar em TI? Lançado novo programa de reconversão profissional para desempregados

Lançado esta segunda-feira, pela iTGROW em parceria com o ISEC, Apostar em TI centra esta primeira edição na Programação C/C++ para Sistemas Embebidos, área com grande défice de profissionais.

A iTGROW, empresa detida pelo Banco BPI e pela Critical Software que opera na formação de desenvolvimento de competências na área de informática, e o Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC), anunciaram, esta segunda-feira, o lançamento do programa Apostar em TI.

O programa destina-se a desempregados com frequência universitária, apetência para as áreas da Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática e que estejam motivados em reconverter as suas competências para o segmento da “programação de sistemas embebidos”.

“Este novo programa foi motivado pela escassez crescente de mão de obra no setor das TI e pelo facto dos programadores se contarem entre as oito profissões que irão ter os níveis de empregabilidade mais elevados até 2020. Adicionalmente, na área da programação, o segmento dos sistemas embebidos é o que regista maior crescimento em todo o mundo,” explica João Cunha, do departamento de Engenharia Informática do ISEC e coordenador pedagógico do Apostar em TI.

As inscrições decorrem até 15 de fevereiro de 2018, altura em que tem início a fase letiva, com duração de 200 horas de aulas teórico-práticas, asseguradas por docentes do ISEC e com acompanhamento tutorial de 300 horas por docentes e monitores. O estágio arranca em setembro e prolonga-se até maio de 2019.

“A Critical Software já assegurou que irá receber 50% dos formandos para estágio. A avaliação dos formandos basear-se-á na qualidade dos trabalhos desenvolvidos e apresentados,” avança Catarina Fonseca, diretora-geral da iTGROW, em comunicado, explicando que o objetivo é atingir 100 candidatos, a partir dos quais serão selecionados os 20 a 24 formandos que vão integrar o programa.

“Os custos da formação (1.950 euros) são suportados pelos formandos, através do pagamento de uma propina, dividida em cinco tranches, metade a ser paga no início da formação e o restante valor a ser liquidado em prestações até ao final da formação que irá durar 20 semanas”, refere ainda o comunicado.

 

Recomendadas

A parceria que privilegia a economia social e as suas organizações ganha mais três anos

Daniel Traça, Dean da Nova SBE, e José Pena do Amaral, Consultor da Comissão Executiva e Membro da Comissão de Responsabilidade Social do BPI, explicam ao JE a originalidade da parceria Iniciativa para a Equidade Social, o que envolve e o que pretende alcançar. A parceria junta a Fundação “la Caixa”, o BPI e a Nova SBE.

Fundação ”la Caixa”, BPI e NOVA SBE renovam parceria de 2,2 milhões

Iniciativa para a Equidade Social vai prolongar-se por mais três anos, até 2024, segundo acordo assinado esta tarde na Nova SBE, em Carcavelos. A parceria tem como objetivo impulsionar o sector da economia social em Portugal, através de projetos de investigação e capacitação desenvolvidos por equipas académicas especializadas.

Continental Engineering Services quer contratar 200 pessoas e duplicar efetivos até final de 2023

A subsidiária do Grupo Continental, que fornece serviços de engenharia às indústrias, abre as suas portas na cidade Invicta ao primeiro ‘OPEN DAY’ no próximo dia 29 de setembro para um primeiro contacto com jovens candidatos.
Comentários