Quero investir 1000€. E agora?

Parece que não, mas 1000 € é dinheiro suficiente para qualquer um começar a investir. Muito melhor do que deixar o dinheiro parado é aplicá-lo na opção mais rentável. Damos-lhe 3 opções para investir o seu dinheiro, escolha a que melhor se adapta a si.

É normal pensarmos no investimento como uma atividade para milionários, algo que envolve quantias muito altas. Mas essa limitação, na prática, não existe. Começar a investir com qualquer valor que tenha disponível é melhor do que não investir, e uma quantia como 1000€ já é suficiente para gerar lucros a longo prazo. Quanto mais depressa começar, maior será o empurrão que receberá do melhor amigo que qualquer investidor pode ter: os juros compostos. Onde aplicar o meu dinheiro se quero começar por investir 1000€? Destacamos algumas das melhores opções disponíveis abaixo. Veja qual delas se adapta melhor ao seu perfil:

Soluções modernas
Cresce cada vez mais o descontentamento com opções tradicionais de investimentos, como aquelas oferecidas por bancos comuns. A era dos bancos digitais e das fintechs chegou. O investidor moderno quer informações claras e um investimento rápido, fácil e disponível no seu aparelho celular.

Nesse contexto, surgiram diversas plataformas de investimentos 100% digitais. É o caso do crowdfunding, do crowdlending e dos investimentos participativos em imóveis. Mas não precisa se assustar com os nomes, já que o funcionamento dessas plataformas é muito simples!

A Bondora, por exemplo, é uma das plataformas de crowdlending mais recomendadas da Europa. O que ela faz é conectar investidores buscando rendimento com pessoas que necessitam de empréstimos. O investidor empresta seu dinheiro e em troca recebe juros e a Bondora é intermediária neste negócio.

Esta opção de investimento não é assim tão nova: a Bondora já tem 10 anos, mas o conceito ainda assusta muita gente. Investir em crowdlending é mais fácil do que parece. Com o produto Go & Grow, a Bondora criou uma solução em que o investidor não precisa de fazer mais para nada além de adicionar fundos à sua conta na plataforma. E está feito! Depois disso, só precisa observar o seu dinheiro crescer. O rendimento esperado é de até 6,75%* ao ano, o investidor recebe juros diariamente e ainda pode solicitar a qualquer momento a retirada de 100% dos fundos aplicados no Go & Grow.

É realmente uma solução muito simples para quem está a entrar no mundo dos investimentos e não quer deixar seu dinheiro parado: o registo na Bondora leva apenas 1 minuto!

Positivo: fácil de usar, alta liquidez, é possível começar com qualquer valor a partir de €1.

Negativo: o conceito de empréstimos entre particulares pode assustar os mais inexperientes.

*Como em qualquer investimento, o capital está em risco e os investimentos não são garantidos. O rendimento é de até 6,75% ao ano. Antes de investir, consulte por favor a declaração de risco da Bondora ou entre em contacto com o seu assistente financeiro.

Fundos de reserva
Os ETF’s – Fundos Cotados em Bolsa – funcionam da mesma forma do que um fundo tradicional: um conjunto de investidores entrega as suas poupanças a um gestor profissional que as gere em troca de comissões. A única diferença é que esta gestão tende a ser mais simples, barata, transparente e estável. Algumas plataformas mais modernas permitem o controlo total dos investimentos por parte do usuário, com excelentes interfaces fáceis de utilizar. Porém, assim como no mercado de ações, investimentos em ETFs podem ser extremamente voláteis e causar prejuízos para os investidores com menos experiência no mercado.

Positivo: Plataformas modernas tornaram o investimento em ETFs bastante fácil.

Negativo: É frequente terem custos associados à compra e venda em bolsa, o que obriga a um investimento mínimo superior. A volatilidade dos investimentos pode ser perigosa para iniciantes.

Depósitos bancários ainda valem a pena?
Já há muito tempo que os juros bancários deixaram de ser uma solução para ganhar dinheiro. Taxas próximas do zero, às quais se junta a inflação, esta é uma solução onde o investidor pode perder uma parte das suas poupanças. Além disso, bancos tradicionais costumam cobrar taxas de manutenção e exigir maiores níveis de burocracia na abertura e fecho de contas, depósitos e levantamentos superiores a certos montantes.

Positivo: Comparativamente com outras instituições, os bancos continuam a dar uma sensação de maior credibilidade.

Negativo: Rendimentos próximos de zero. Os constrangimentos que a banca atravessa ultimamente podem fazer dela um motivo de desconfiança por parte dos consumidores.

Seja qual for a opção escolhida, lembre-se de que quanto mais cedo começar a investir, maiores tendem a ser seus ganhos no futuro. Pequenos investimentos se acumulam e geram retornos compostos no longo prazo, então opte pela melhor opção e invista hoje mesmo aqueles 1000€ que planeava!

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a Bondora.

Recomendadas

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quinta-feira

O Banco de Portugal divulga esta quinta-feira o Boletim Económico de outubro, A expectativa quanto a estas previsões é significante, especialmente depois da pressão do Presidente da República para que o Governo divulgasse as projeções macroeconómicas antes de anunciar o Orçamento do Estado para 2023.

FMI estima que a espiral de salários-preços ainda é um “risco limitado”

A ausência de uma espiral preços-salários não deve levar os líderes a não agirem para combater a inflação persistente, considera ainda o Fundo Monetário Internacional.

Compra de carros de luxo pela TAP “é um problema de bom senso”, diz Marcelo Rebelo de Sousa

“Já falei em relação a várias entidades públicas no passado e em relação à distribuição de dividendos e em relação aos salários e entendo que quando se está num período de dificuldade deve fazer-se um esforço para dar o exemplo de contenção”, defendeu hoje Marcelo Rebelo de Sousa.
Comentários