Reabilitação do Centro Municipal de Desportos Náuticos de Coimbra já foi consignada

A primeira fase de reabilitação dos pavilhões do Centro Municipal de Desportos Náuticos de Coimbra, orçada em 338 mil euros, foi consignada hoje, revelou o município.

A intervenção na margem esquerda do Parque Verde do Mondego, que será da responsabilidade da empresa Civibérica, vai ter uma duração de três meses, anunciou hoje a Câmara de Coimbra, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

A empreitada “visa recuperar os pavilhões que, fruto dos danos no material de revestimento provocados pela tempestade ‘Leslie’, se encontram em elevado estado de degradação exterior”, explicou a autarquia.

Os efeitos dessa tempestade sentem-se não apenas nas fachadas e caixilharias de madeira, “mas também no interior dos edifícios, onde são já visíveis algumas infiltrações”, realçou.

Nesta primeira fase, a intervenção prevê a remoção do revestimento das fachadas e de coberturas em madeira de pinho modificado e a remoção de equipamentos fixos em fachadas e coberturas.

O projeto contempla ainda a “reparação pontual dos painéis ‘sandwich’ existentes, a reposição de sistema de revestimento, a correção de todas as caixilharias e portas e na reparação das caleiras em zinco”, referiu o município.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Daniel Sá: “Rebranding? Quando se tem uma marca com 100 anos, deve haver um cuidado especial”

O terreno minado do rebranding das marcas desportivas é um dos trabalhos mais desafiantes e fascinantes para os profissionais de marketing. Daniel Sá, especialista em marketing desportivo e diretor-executivo do IPAM, analisou todas as especificidades em torno deste processo, numa altura em que o Sporting está a discutir uma mudança da marca.

Negócio de Enzo entra diretamente para a lista das maiores transferências de sempre e ultrapassa um português

O ranking das maiores transferências de sempre conta com dois portugueses, com o negócio de Enzo a ultrapassar um deles, mas a ficar ainda abaixo de outro.
Comentários