“Reabrir uma estação dos correios é mais difícil do que parece”, diz CEO dos CTT

Os CTT reabrem hoje uma loja no Redondo, no distrito de Évora, num espaço que já foi uma estação dos correios. João Bento diz que não é sempre possível voltar ao mesmo espaço e quando é tem de se negociar, portanto a empresa vai anunciando as aberturas apenas passo a passo.

João Bento, CEO CTT | Cristina Bernardo

“É mais difícil do que parece reabrir uma estação de correio”, explicou o CEO dos CTT esta segunda-feira, em conferência de imprensa. “Por exemplo como vai acontecer amanhã [hoje] no Redondo tal como aconteceu em Melgaço, vamos abrir um loja do correio num sítio onde já estivemos, mas onde esteve, depois de nós, um posto de correio”.

“Para voltar a abrir onde já estivemos foi preciso negociar com o agente que entretanto ocupou o espaço. Porque estamos neste processo, alguns destes casos avançam mais depressa que outros”, explicou João Bento, adiantando que “temos prevista pelo menos mais uma abertura este mês, mas vamos comunicado isto à medida que temos a certeza que temos uma data”.

Os CTT recordaram em comunicado que a de Redondo é a quarta loja em sede de concelho a ser reaberta, no âmbito do compromisso público reabrir lojas únicas em sede de concelho, “tendo em vista o reforço da elevada proximidade às populações e da capilaridade da rede, não procedendo, como já foi tornado público, a novos encerramentos”.

Adiantaram que não existe um cronograma definido para a reabertura de lojas, dado que é necessária uma análise detalhada a todas as variáveis envolvidas para que se efetue a reabertura.

“Desde logo, o espaço, os recursos humanos envolvidos, a relação existente com os parceiros e autarquias e as oportunidades em cada uma das localidades”, explicaram. “Até ao momento da reabertura, as populações têm em cada local um posto de correio que presta todos os serviços do serviço público universal e ainda o pagamento de vales de pensões e faturas”.

João Bento vincou que “os CTT nunca reduziram a sua oferta nos últimos anos, têm aumentado significativamente a sua oferta de números de pontos de acesso nos últimos anos”.

“O que estamos a fazer é inverter um processo, com racionalidade que já foi conhecida. O nosso contrato de concessão não impõe nenhuma obrigação para manter esta rede nessa composição, mas o que estamos a dizer é que de forma muito convicta queremos estar próximos dos portugueses, ter uma loja em cada conselho”, sublinhou.

“Nós estamos a querer abrir lojas em concelhos que deixaram de ter estações próprias, lojas próprias e fazê-lo de forma mais razoável possível. Em alguns casos tem sido no mesmo local, noutros não foi possível, não há preconceito”, concluiu.

A loja CTT de Redondo será no Largo Novo Redondo, e estará aberta nos dias úteis das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. A cerimónia de reabertura terá lugar às 9 horas com a presença de João Bento, de António Pedro Silva, do administrador dos CTT e do Presidente da Câmara Municipal, António Recto.

Recomendadas

ALDI abre duas novas lojas em Vila Nova de Famalicão e na Lourinhã

O retalhista informa ainda sobre a oferta de um vale de cinco euros em loja ao longo da próxima quarta-feira, bem como uma planta de boas-vindas e saldos de abertura.

Uber Eats vai receber pedidos por voz na aplicação

“Queremos que as pessoas entrem na nossa aplicação durante todo o dia para vários produtos, ter serviço de canal de vendas para os parceiros e ser uma ferramenta de publicidade para eles”, disse o diretor da empresa ao JE.

Fundo dos CTT participa em investimento de 5,2 milhões da startup luso-americana Habit

O fundo de 5 milhões de euros TechTree, lançado pelo operador postal, investiu na ronda da Habit, depois de ter apostado nas empresas Kit-AR e na Sensefinity, ligadas à Realidade Aumentada e sensorização logística.
Comentários