Reciclagem: estamos bem no ‘amarelo’ mas deixamos muito a desejar no ‘azul’ e no ‘verde’

Uma taxa de 85% de embalagens de papel e cartão foram recicladas na UE, com Portugal a mostrar um desempenho de 70%, o pior entre os países sobre os quais o Eurostat tem informação.

Portugal está alinhado com a média europeia na taxa de reciclagem de resíduos de plástico (42%), mas apresenta a pior taxa no papel e cartão (70%) e a terceira pior no vidro (58%), segundo dados do Eurostat referentes a 2016.

A União Europeia (UE) reciclou 42% de resíduos de plástico em 2016, face aos 38% do ano anterior, com Portugal alinhado com a média europeia mas um ponto percentual abaixo dos 43% de 2015, indicam os dados divulgados hoje.

Os ‘campeões’ da reciclagem em 2016, com taxas de recuperação de resíduos de plástico acima dos 50%, foram a Lituânia (74%), o Chipre (64%), a Eslovénia (62%), a República Checa (59%), a Bulgária (53%), a Eslováquia e a Holanda (ambos com 52%) e a Suécia (51%).

No extremo oposto da tabela, com menos de um terço de embalagens de plástico recicladas estão o Luxemburgo (33%), a Hungria e a Irlanda (31% cada), França (26%), Finlândia e Estónia (25% cada).

No que respeita a embalagens de vidro, a média da UE foi de 74% de taxa de reciclagem, estando Portugal abaixo da média europeia com 58% e a terceira pior entre os Estados-membros para os quais há dados disponíveis referentes a 2016.

A Bélgica e a Eslovénia apresentaram, segundo o gabinete estatístico da UE, uma taxa de 100% de reciclagem de vidros, seguindo-se o Luxemburgo, com 98%.

A Hungria teve a pior prestação na reciclagem de vidro, com apenas 35%, seguida da Croácia (56%) e de Portugal (58%).

Uma taxa de 85% de embalagens de papel e cartão foram recicladas na UE, com Portugal a mostrar um desempenho de 70%, o pior entre os países sobre os quais o Eurostat tem informação.

A Finlândia (115%), a Dinamarca (98%), França e a República Checa (94% cada) foram os estados-membros que mais papel e cartão reciclaram em 2016 e Portugal (70%), Polónia (74%) Hungria e Eslovénia (77% cada) a revelarem as piores prestações.

Em 2015, Portugal apresentou uma taxa de 62% de reciclagem de embalagens de papel e cartão (UE 83%) e de 55% nas de vidro (UE 73%).

Por taxa de reciclagem é definida pela quantidade total de resíduos de embalagens reciclados, dividida pela quantidade total de resíduos de embalagens.

Recomendadas

Portugal e Espanha terão de continuar a ter “exceção ibérica” no preço do gás

O primeiro-ministro disse que tem de continuar a haver uma “exceção ibérica” para os preços do gás mesmo que seja criado um novo mecanismo europeu, porque Portugal e Espanha continuam a ser “uma ilha” energética.

Costa contraria ideia de empobrecimento e afirma que Portugal está a crescer mais do que Alemanha, França e Espanha

Dados de Costa surgem dias depois das previsões de Outono da Comissão Europeia, cujas mais recentes previsões indicam que em 2024 a Roménia ultrapassará Portugal no ranking de desenvolvimento económico da UE.

PremiumOCDE deixa quatro recados a Portugal, do PRR ao orçamento

A OCDE está menos otimista do que estava no verão quanto à evolução da economia portuguesa no próximo ano, tendo revisto em baixa a previsão de crescimento do PIB. Aproveitou também para alertar para a importância do PRR e da consolidação orçamental.
Comentários