Recolha e gestão de dados ambientais fundamentais para uma transformação sustentável

A consultora NTT Data aponta que o reforço da monitorização e rastreabilidade da informação através da tomada de decisões orientada por dados, automatização e inteligência artificial (IA) representa uma oportunidade para melhorar a eficiência das operações comerciais.

A NTT Data, consultora global de negócios e tecnologia, apresentou o relatório ‘From traditional companies to sustainable companies’, onde concluiu que a recolha e gestão de dados ambientais são peça chave para uma transformação sustentável.

“Para as empresas, o reforço da monitorização e rastreabilidade da informação através da tomada de decisões orientada por dados, automatização e inteligência artificial (IA), não só representa uma oportunidade para melhorar a eficiência das operações comerciais, mas é também a melhor ferramenta para evitar qualquer risco de greenwashing – injustificada apropriação de virtudes ambientais por parte de organizações ou pessoas”, aponta a consultora.

O relatório mostra que “não se trata de reduzir o impacto da atividade humana no ecossistema, mas sim de dar a este impacto uma trajetória positiva”. O documento apresenta os eixos mais importantes de uma estratégia de transformação para o sector empresarial com base na sustentabilidade, como fator económico e de bem-estar.

Para que se dê uma transformação sustentável, a NTT Data propõe “o desenvolvimento de um modelo de negócio dual-material”. “Por outras palavras, um modelo que considere tanto o impacto do ambiente na empresa, como o impacto da empresa sobre o ambiente”.

A consultora explica que “a proposta está centrada no potencial da gestão dos dados ambientais como um denominador comum da transformação, integrando cinco áreas de ação: a economia circular, a luta contra as alterações climáticas, a proteção da biodiversidade, a agricultura e a água”.

“Passar de um negócio normal para um negócio sustentável requer uma mudança transformacional em termos de medição de riscos, aproximação de oportunidades, gestão da informação e, ainda, de decisões que conduzam a novos modelos de financiamento e entrada de investimento”, sublinha a NTT Data.

Recomendadas

Crise climática. Jovens portugueses já angariaram 120 mil euros para ação em Tribunal Europeu

A ação vai ser apreciada pelo principal painel de juízes do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. A recolha de fundos termina em 12 dias e ainda faltam quase 22 mil euros para atingir o objetivo de cobrir as despesas legais esperadas para enfrentar os 33 países visados.

Tema do segundo aeroporto devia ser “enterrado” de forma a que Portugal cumpra metas climáticas

O diretor da Sky Expert admitiu ao Jornal Económico que não será possível Portugal cumprir metas de redução de emissões e ao mesmo tempo construir um novo aeroporto.

14 dos últimos 20 anos foram de pouca chuva

A propósito do período de seca que o país atravessa, com 55% do território continental em classe de seca severa e 45% em seca extrema, o IPMA alerta que em algumas das secas meteorológicas mais recentes os períodos secos duram mais tempo e “têm uma configuração espacial mais abrangente”.
Comentários