Recorde absoluto: Nunca a Igreja e Torre dos Clérigos recebeu tantos visitantes como em 2016

Torre e Igreja dos Clérigos, no Porto, registaram este ano 625 mil visitantes, aumentando 25% em relação a 2015 e fixando um “recorde absoluto”, com os espanhóis a liderar a lista.

“A Igreja e Torre dos Clérigos terminam 2016 com um recorde absoluto em número de visitantes nacionais e estrangeiros”, tendo passado por aqueles monumentos 625 mil visitantes, anunciou a Irmandade dos Clérigos, observando que apenas estão contabilizados os turistas que passaram na receção da torre, dado que a visita à igreja é feita de forma gratuita.

Os cidadãos estrangeiros são a maioria dos visitantes (85%), com os espanhóis a liderar (45%), seguidos pelos franceses com 13%, brasileiros com 7%, alemães com 5% e britânicos com 3%.

Os restantes 12% dos visitantes são divididos por nacionalidades tão dispersas como EUA, China, Itália, Coreia do Sul ou Rússia.

Recomendadas

Dia Mundial do Professor. Marcelo felicita docentes pela “competência, dedicação e entusiasmo”

Numa nota publicada na página da Presidência da República na internet, é recordado que hoje se assinala o Dia Mundial do Professor, instituído pela UNESCO para “evidenciar o papel dos professores, absolutamente essencial para o sucesso das novas gerações e no desenvolvimento das sociedades”.

5 de outubro: Marcelo pede que se faça avançar democracia com “caminho para todos”

Num discurso de onze minutos, na cerimónia comemorativa dos 112 anos da Implantação da República, na Praça do Município, em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa falou dos governos que “tendem quase sempre a ver-se como eternos” e das oposições “quase sempre a exasperarem-se pela espera”, afirmando em seguida que “nada é eterno” e que “a democracia é por natureza o domínio da alternativa, própria ou alheia”.

Cleanwatts vai criar uma Comunidade de Energia Renovável em Braga

“Vamos instalar uma Central Fotovoltaica de 1,2 MWp (megawatts-pico), com mais de 2.100 painéis solares, nos telhados da Arquidiocese de Braga, que será integrada numa Comunidade de Energia Renovável”, explica Basílio Simões, fundador e presidente da Cleanwatts.
Comentários