Recuperação da EN125 fora dos planos da Infraestruturas de Portugal, acusa PSD

“Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Faro lamentam a ausência de planos para a requalificação da EN125, depois de terem sido tornadas públicas verbas superiores a 165 milhões de euros para vias centradas, sobretudo a norte do país”, refere o grupo parlamentar social democrata.

A recuperação da EN125 está fora dos planos da Infraestruturas de Portugal, acusa o PSD. Os deputados eleitos “pelo círculo de Faro lamentam a ausência de planos para a requalificação da EN125, depois de terem sido tornadas públicas verbas superiores a 165 milhões de euros para vias centradas, sobretudo a norte do país”, refere o grupo parlamentar.

“Ao todo são 17 obras levadas a cabo pela Infraestruturas de Portugal que mostram, uma vez mais, que o Governo não pretende apostar na requalificação desta via fundamental para o Algarve”, acrescenta.

Anunciadas em 2008, as obras de requalificação da EN125 “estão longe de ser uma realidade, deixando, assim, a população do Algarve à mercê de uma estrada degradada e que todos os anos regista vários milhares de acidentes”, aponta ainda o comunicado do grupo parlamentar laranja.

Perante os factos, os deputados Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos lançam questões ao Governo. “Pretende o Governo deixar cair a requalificação da EN125, contrariando a recomendação feita, em 2021, pela Assembleia da República? Quantas mais vidas terão que se perder para que se avance com a requalificação da EN125 no troço entre Faro e Vila Real de Santo António? Ficará o Algarve fora de qualquer investimento e de qualquer verba proveniente do Programa de Recuperação e Resiliência?”, questionam.

“Além do abandono da EN125, fica agora ainda mais claro, que o Governo deixou cair o prolongamento da IC27, bem como a reabilitação da N268, entre Vila do Bispo e Aljezur, uma vez que nenhuma destas vias irá receber verbas da Infraestruturas de Portugal”, conclui o PSD.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Exoneração de embaixador português no Qatar é “rotação habitual”, diz MNE

O Ministério dos Negócios Estrangeiros justificou, esta quarta-feira, a exoneração do embaixador português no Qatar, António Alves de Carvalho, após declarações polémicas do chefe de missão no país, como um “procedimento habitual na carreira diplomática”.

PSD diz que incêndios “são problema político” a que Governo não dá “resposta à altura”

O PSD considerou esta quarta-feira que os incêndios são “um problema político” ao qual António Costa e o PS “não sabem, não estão a dar, uma resposta à altura” e acusou o Governo de ser “especialista em desresponsabilizar-se”.
Comentários